Os 10 bairros de Porto Alegre mais caros para compra e aluguel de imóveis

Jardim Europa é a região com maior valor do m² da capital gaúcha ao atingir R$ 11.735

São Paulo, março de 2017 – O preço nominal médio do m² para aluguel em Porto Alegre atingiu R$ 20,37 em fevereiro de 2017, redução de 1,54% em relação ao período anterior (R$ 20,69). Praia de Belas (R$ 54,76/m²) foi o bairro mais caro para se alugar imóveis e está 165% acima da média da cidade. O segundo mês do ano registrou a terceira queda consecutiva e o menor valor de locação em 12 meses. Em comparação ao mesmo período de 2016 (R$ 22,54), os preços reduziram 9,63%.

O preço nominal médio do m² para venda em Porto Alegre atingiu o valor de R$ R$ 5.194 em fevereiro de 2017, leve valorização de 0,30% em relação a janeiro (R$ 5.179,00).Jardim Europa (R$ 11.735,00) foi o bairro mais caro para se comprar imóveis e está 127% acima da média da cidade. Em comparação ao mesmo período de 2016 (R$5.000,00), os preços aumentaram 3,88%.

O DMI-VivaReal (Dados do Mercado Imobiliário) contempla uma amostra de 30 cidades em diferentes regiões do País e considera mais de 2 milhões de imóveis usados disponíveis para compra ou aluguel. Clique aqui para acessar a íntegra da pesquisa relativa ao mês de fevereiro sobre Porto Alegre.

Ranking dos bairros mais caros para comprar em fevereiro
Jardim Europa – R$ 11.735,00
Bela Vista – R$ 8.833,00
Central Parque – R$ 7.706,00
Moinhos de Vento – R$ 7.609,00
Três Figueiras – R$ 7.571,00
Auxiliadora – R$ 7.472,00
Boa Vista – R$ 7.312,00
Mont’ Serrat – R$ 7.255,00
Petrópolis – R$ 7.222,00
Passo da Areia – R$ 7.029,00
Ranking dos bairros mais caros para aluguel em fevereiro
Praia de Belas – R$ 54,76
Três Figueiras – R$ 48,89
Bela Vista – R$ 29,50
Moinhos de Vento – R$ 27,87
Independência – R$ 26,83
Mont’ Serrat – R$ 24,55
Auxiliadora – R$ 24,47
Branco – R$ 24,42
Boa Vista – R$ 24,03
Passo da Areia – R$ 23,73
Sobre o DMI

O DMI-VivaReal (Dados do Mercado Imobiliário) é um relatório setorial do mercado imobiliário, realizado pelo VivaReal desde 2013. O objetivo do levantamento é oferecer informações sobre preço, oferta e demanda de imóveis para consumidores e profissionais do setor, tornando mais transparente o processo de aquisição e locação de imóveis.