GRÊMIO VENCE DEPORTES IQUIQUE EM SUA ESTREIA NA ARENA PELA LIBERTADORES

Com gols de Luan e Miller Bolaños, Tricolor superou o time chileno ShareShareShare

Depois de garantir a classificação para as semifinais do Campeonato Gaúcho, no último sábado, o Grêmio virou a chave e fez sua estreia na Arena, pela Copa Libertadores Bridgestone deste ano. Enfrentou o Deportes Iquique e venceu pelo placar de 3 a 2.
A primeira etapa até que iniciou equilibrada. O Iquique veio com uma proposta de se lançar ao ataque, mas o Tricolor logo se impôs e imprimiu o seu ritmo na partida e não deu chances para os adversários. Aos 16 minutos, Luan abriu o marcador com um gol de cobertura. Aos 23′ o camisa 7 ampliou, estufando as redes. Miller Bolaños fechou o marcador no primeiro tempo, com gol de pênalti.
Já na etapa complementar, o Grêmio diminuiu seu ritmo. Os chilenos descontaram com Riquero aos 15′ e Dávila, aos 22′, encostando no marcador. Renato providenciou as substituições: Michel, Fernandinho e Lucas Barrios, ocuparam os lugares de Léo Moura, Maicon e Miller Bolaños, respectivamente. O placar ficou nos 3 a 2.
Com a vitória, o Grêmio segue líder do seu grupo, com 6 pontos.
Escalação: Marcelo Grohe, Edilson, Rafael Thyere, Kannemann, Marcelo Oliveira, Maicon, Ramiro, Léo Moura, Bolaños, Pedro Rocha, Luan.
Banco: Leo, Bressan, Bruno Cortez, Michel, Gastón Fernández, Fernandinho e Lucas Barrios.
A arbitragem uruguaia foi comandada por Esteban Ostojich, auxiliado por Maurício Espinosa e Miguel A. Nievas.

O jogo:
Primeiro Tempo
A saída nesta etapa foi gremista, mas o primeiro ataque da partida foi dos chilenos, aos 3 minutos, com Guerrero, que tentou um lançamento, mas a bola saiu muito forte e acabou nas mãos de Marcelo Grohe.
Já o Tricolor não ficou atrás e logo já fez uma boa jogada pela direita, no campo de ataque. Edilson deu bom passe para Luan, que recebeu e tentou acionar Léo Moura, mas marcação se antecipou e cortou o lance.
Novamente pela direita, aos 5 minutos, uma inteligente jogada – Ramiro deu passe para Léo Moura, que deixou a bola passar entre as pernas para Pedro Rocha. O atacante chegou e mandou uma bomba. O goleiro Cortés espalmou para escanteio. Dois minutos depois, uma falta da extrema direita foi cobrada por Léo Moura. O jogador preferiu o passe rasteiro para Luan, que veio de trás e chutou, mas pegou mal na bola e ela se perdeu pela linha de fundo.
O Tricolor, mesmo bem marcado, insistiu se manter no ataque. Na intermediária, pela direita, Edilson foi derrubado com falta. Léo Moura colocou na área, mas Brayan Cortés saiu para fazer a defesa.
O Grêmio tentou de novo. Miller acionou Pedro Rocha, na intermediária de ataque. O atacante tentou tabelar com Luan, mas o passe do camisa 7 saiu muito forte e ficou com os visitantes, com 13 minutos de bola rolando.
O Iquique chegou em velocidade com troca de passes. Álvaro Ramos chutou a gol, mas carimbou a marcação; na sobra, Bustamante ainda arriscou, mas a bola passou longe da meta de Marcelo Grohe.
Foi aos 16 minutos, depois de uma boa jogada do Tricolor, que o marcador foi aberto na Arena. Miller Bolaños rolou para Luan, que recebeu a bola na entrada da área. O atacante arriscou e mandou por cobertura, sem chances para Cortés.
O Iquique tentou reagir com uma cobrança de falta de Reynero, que mandou na área, em direção a meta gremista, mas a bola ficou com Grohe.
Desde o campo de defesa com Maicon puxando contra-ataque. A bola foi colocada na área e Luan ia chegando, mas foi flagrado em posição de impedimento.
Aos 23 minutos, o segundo gol Tricolor. E de novo, de Luan. Léo Moura deu um baita passe para Luan, que ficou sozinho com o goleiro chileno. O camisa 7 só deu um ‘tapa’ na bola, com qualidade e mandou pro fundo das redes.
Já aos 25′, Pedro Rocha recebia de Bolaños e arrancou em velocidade. O atacante chutou, mas Cortés conseguiu fazer boa defesa. Logo na sequência, o camisa 9 tentou de novo e, ao invadir a área pela esquerda, foi derrubado com falta. Penalidade máxima.
Foi daí que surgiu o terceiro gol, aos 27′. Miller Bolaños foi para a cobrança e estufou as redes, no canto esquerdo de Cortés.
O Deportes tentou descontar, com Ramos, que recebeu na entrada da área, mas Grohe saiu bem e mandou pra lateral.
E só deu Grêmio. Maicon acionou Edílson livre, que saiu em velocidade e chutou em direção a meta chilena. A bola passou por sobre o gol de Cortés. Ainda pressionando, aos 36′, Luan recebeu na esquerda e cruzou na área, mas a defensiva salvou.
Outra oportunidade veio logo em seguida. Léo Moura recebeu um bom passe e cruzou, buscando Luan, mas o camisa 7 chegou um pouco atrasado e a bola se perdeu pela linha de fundo.
Marcelo Oliveira foi punido com amarelo por cometer uma falta sobre Guerrero, aos 41′.
Quase que saiu o quarto gol aos 42 minutos, quando Pedro Rocha recebeu um ótimo lançamento de Ramiro, dominou e invadiu a área. No chute, mandou para fora.
Jogo finalizou aos 46 minutos.
Segundo Tempo
O Grêmio voltou a campo com a mesma formação.
Aos 3 minutos, Edilson foi acionado pela direita e se lançou ao ataque, foi a linha de fundo e tentou cruzamento, mas defesa cortou para escanteio. Luan cobrou na boca do gol, a bola passou por Kannemann e foi afastada pela zaga chilena.
Dois minutos depois, o Deportes tentou ameaçar, chegando ao ataque. Rafael Thyere tentou o corte e Marcelo Oliveira completou, mandando para escanteio.
O Tricolor ia fazendo boa jogada com Maicon, que tentou um passe entre os dois zagueiros para o Pedro Rocha, mas saiu curto, facilitando o desarme.
Mais uma chance gremista. Luan deu um ótimo passe para o camisa 9, que chegou e tentou arremate, mas o arqueiro chileno conseguiu boa defesa. Não demorou muito, foi a vez de Ramiro arriscar de longe, obrigando Cortés a se esticar e proteger o gol. A bola passou por sobre a meta.
Substituição no Tricolor: Saiu Léo Moura, entrou Michel, aos 11 minutos.
O Deportes Iquique descontou com um gol de bola parada. Em uma cobrança de escanteio colocada na área, Riquero subiu e mandou de cabeça para o fundo do gol.
Uma baita jogada saiu aos 17′. O lance começou com Thyere, que do campo de defesa, saiu em velocidade e passou pelos marcadores. A bola acabou sobrando para Pedro Rocha, que driblou o defensor e mandou na área. Por pouco Bolaños não alcançou e marcou o quarto.
Já logo em seguida, de novo no ataque, Michel deu passe para Bolaños, que buscou Edílson, mas o passe saiu fraco.
Os chilenos chegaram aos segundo gol, aos 23 minutos, com uma jogada pela esquerda. Dávila recebeu dentro da área e, de perna esquerda, chutou cruzado.
Substituição no Tricolor: Saiu Maicon, entrou Fernandinho, aos 24 minutos.
O Iquique seguiu no ataque, ameaçando por diversas vezes. Trocando passes, a bola chegou a Charles, que mandou um chute de longe, mas carimbou a marcação de Ramiro.
Respondendo aos chilenos, Edílson fez boa jogada e desarmou Zenteno dentro da área. O lateral conseguiu prosseguir com a jogada, mas arbitragem assinalou falta.
Logo na sequência, foi a vez de Fernandinho, da direita, avançar e deixar o marcador para trás. O atacante mandou de longe, mas a bola não chegou ao gol de Cortés e saiu pela linha de fundo.
Substituição no Tricolor: Saiu Miller Bolaños, entrou Lucas Barrios, aos 34 minutos.
Aos 35′, Edilson cobrou uma falta da intermediária, colocou na área. Houve o desvio e a bola sobrou para Lucas Barrios, que chutou a gol. A bola bateu na rede, pelo lado de fora.
Uma boa jogada veio em seguida. A bola chegou a Fernandinho, na direita. O atacante rolou para trás, para Luan, que chutou colocado. Cortés se esticou e espalmou para escanteio. A cobrança foi feita na área, mas defensiva afastou.
Com 44′, o Tricolor chegou com um cruzamento de Pedro Rocha, que buscava Lucas Barrios, dentro da área, mas Cortés saiu do gol e segurou.
O último lance gremista foi aos 49′, com Pedro Rocha, que cortou a marcação e mandou pro gol. O arqueiro chileno defendeu, deu rebote e a bola chegou a pegar em Lucas Barrios, mas defensiva conseguiu afastar.
Jogo finalizou aos 50 minutos.

Público Pagante: 28.235
Público Total: 30.343 torcedores
Renda: R$ 1.105.541
Fotos: Lucas Uebel