Curso de Medicina pauta encontro entre Prefeitura, MEC e Unisinos

— Foto: Charles Dias

O sonho de uma faculdade de medicina em São Leopoldo está mais perto de sair do papel. Técnicos do Ministério da Educação visitaram na manhã desta terça-feira, 25 de abril, o Centro Administrativo, onde foram recebidos pelo prefeito Ary Vanazzi e pelo reitor da Unisinos, padre Marcelo de Aquino.

O reitor Marcelo de Aquino colocou a universidade como apoiadora do curso e do desenvolvimento da região. “São Leopoldo se tornou um polo de tecnologia. Repensar a saúde na região é importante, por isso a Unisinos é parceira das grandes iniciativas”. Seguindo o mesmo tom, o prefeito Vanazzi lembrou que quando a Unisinos apoia, ela vai até o fim. “Assim como no Parque Tecnológico, temos mais um desafio pela frente. Esse projeto que estamos implementando levou anos. Há um problema de cercamento de mercado por parte dos médicos. Foi uma grande batalha. Vamos defender um modelo de atenção primária por meio da humanização da saúde”, reforçou.

Os técnicos do MEC permanecerão por três dias na cidade. Na segunda-feira a equipe visitou as instalações da UPA Scharlau e a Unidade de Saúde Básica do Parque Mauá.

Participaram da reunião a prefeita de Estância Velha, Ivete Grade, o prefeito de Campo Bom, Luciano Orsi, e autoridades da área da Saúde da região do Vale dos Sinos.A equipe visitou também as instalações da UPA Scharlau e Parque Mauá.

No HC equipe conheceu as instalações
Antes da reunião com o prefeito Ary Vanazzi, a equipe do MEC esteve no Hospital Centenário. As avaliadoras cumprem agenda de visitas no município em razão da habilitação da Unisinos ao curso de Medicina. Elas percorreram todo o Hospital, que será o principal campo de prática dos estudantes, e ingressaram nas unidades do Pronto Socorro e da Neurologia, onde conversaram as equipes.