Aplicativo de música auxilia na marcha de pacientes com Doença de Parkinson

A doença de Parkinson afeta aproximadamente 200 mil pessoas no Brasil. app gratuito é lançado para auxiliar no caminhar do paciente e já está disponível na App Store e no Google Play

A tecnologia a serviço da saúde já é uma realidade global. Hoje em dia, basta um smartphone ou tablet para, com um simples clique na palma da mão, ter acesso a ferramentas que podem impactar a qualidade de vida das pessoas. Nesse contexto, a boa notícia para as pessoas que convivem com a doença de Parkinson é o aplicativo PARKINSOUNDS®, criado especialmente para auxiliar na marcha destes pacientes2-3, uma de suas grandes queixas, pois limita muito a mobilidade e independência.

Trata-se da uma iniciativa apoiada pela Teva Farmacêutica, uma das maiores fabricantes globais no setor farmacêutico, incluindo tratamentos inovadores para distúrbios do sistema nervoso central. O aplicativo, que também pode ser conectado ao Spotify® Premium, funciona em 3 passos:
1. PARKINSOUNDS® ajuda os pacientes a acharem seu ritmo ideal. Cada paciente tem uma velocidade de marcha e um metrônomo interno o ajuda a encontrá-la;
2. Uma vez que o ritmo é escolhido, PARKINSOUNDS® automaticamente seleciona as músicas que combinam com aquela batida, a partir de uma lista predeterminada de 30 músicas ou montando uma playlist com o ritmo adequado dentro do Spotify®;
3. PARKINSOUNDS® acrescenta batidas ritmadas às músicas, para torná-las funcionais4-5-6-7.

“Essa iniciativa reforça o compromisso da Teva de ir além do tratamento medicamentoso, enxergar quais são as necessidades dos pacientes como um todo e buscar sempre novas formas de contribuir para que estas pessoas tenham dias melhores, seja qual for a sua condição”, afirma Cristiane Giordano, diretora de marketing da Teva Brasil.

“O objetivo era criar algo que estimulasse a pessoa com Parkinson a dar um primeiro passo, caminhando sem interrupções e mantendo o equilíbrio. Quando ouvimos uma música, temos uma tendência natural de acompanhar seu ritmo. O app usa a música para auxiliar na movimentação, estimulando a coordenação, o sentido auditivo e a produção de neurotransmissores, o que em conjunto contribui para uma caminhada constante, ritmada e mais segura”, explica Danielle Alves Ianzer, portadora de doença de Parkinson, cientista e coordenadora do Projeto Vibrar Parkinson.

Por conta dos problemas ao caminhar, o paciente tem a sensação de estar preso ao chão. Com isso, surge a dificuldade para começar a andar, levantar os pés e manter o equilíbrio. Os passos também ficam mais curtos e arrastados, e ainda há o risco das quedas. Esse quadro acaba limitando as atividades do paciente.

“A doença está sempre evoluindo e mudando. Por isso é importante ter um tratamento multidisciplinar e, nessa linha, é fundamental manter a atividade física”, explica a neurologista Dra. Roberta Saba.

Importante: A Teva indica o uso do PARKINSOUNDS® com o acompanhamento de um profissional de saúde e este aplicativo não substitui o tratamento medicamentoso.