VELEJADOR BRASILEIRO JOCA SIGNORINI NA VOLVO OCEAN RACE

A equipe AkzoNobel, o time profissional de regata que representa a Holanda na Volvo Ocean Race de 2017-18, anunciou o velejador brasileiro Joca Signorini como parte de sua tripulação na prova de 83 mil quilômetros (45 mil milhas) de volta ao mundo. Signorini, 40 anos, vai fazer parte da tripulação profissional de nove integrantes selecionados pelo capitão da equipe, o consagrado iatista holandês Simeon Tienpont, participante de duas edições da Volvo Ocean Race e bicampeão da America’s Cup. Nascido no Rio de Janeiro, mas residindo atualmente em Estocolmo, na Suécia, Signorini se tornou uma personalidade dos esportes no Brasil em função de suas proezas no iatismo. Foi campeão sul-americano diversas vezes e representou o Brasil na classe Finn nos Jogos Olímpicos de Atenas, em 2004. Participou três vezes da Volvo Ocean Race e se tornou vencedor em 2008-09 com a equipe Ericsson Racing. Na edição de 2014-15, o brasileiro foi o técnico da tripulação da equipe sueca SCA, formada exclusivamente por mulheres.   Signorini afirmou estar muito satisfeito por ter sido convidado a fazer parte da equipe AkzoNobel em sua quarta regata de volta ao mundo. “Simeon realizou um grande trabalho ao reunir uma tripulação tão competitiva. Sem dúvida, é empolgante ser convidado a fazer parte do time e poder participar de uma disputa fascinante como a Volvo Ocean Race”, declarou. “Um dos destaques dessa equipe é que muitos de nós já competimos em diferentes tripulações, cada uma com abordagens distintas. Espero que possamos combinar o melhor de nossas experiências para apresentar uma estratégia vencedora à equipe AkzoNobel”, comentou o velejador.

A tripulação internacional da equipe AkzoNobel conta com velejadores de alto nível de sete países, incluindo três outros vencedores de edições anteriores da Volvo Ocean Race: Brad Jackson (Nova Zelândia), Chuny Bermudez (Espanha) e Jules Salter (Grã-Bretanha). O grupo é formado também pela medalhista de prata olímpica Annemieke Bes (Holanda), Luke Molloy (Austrália), o capitão de match race Nicolai Sehested (Dinamarca) e a jovem revelação Brad Farrand (Nova Zelândia).  A participação da equipe AkzoNobel na Volvo Ocean Race tem o apoio da AkzoNobel, a maior empresa mundial de tintas e revestimentos. O trabalho não para no estaleiro da Volvo Ocean Race em Lisboa, Portugal, onde o novo veleiro da equipe AkzoNobel, o Volvo Ocean 65, está sendo equipado e ganhando uma nova pintura. A embarcação deve ir ao mar pela primeira vez no começo de junho, enquanto a cerimônia oficial de batismo está planejada para ocorrer logo depois, no porto de Haia, na Holanda, base da equipe. A tripulação da equipe AkzoNobel iniciará então um período de quatro meses de intenso treinamento na água, até a largada oficial da regata de oito meses ao redor do mundo em Alicante, na Espanha. Ainda estão nos planos da equipe várias travessias do Atlântico, além de uma participação na tradicional Fastnet Race, em Cowes, Ilha de Wight.