Arte em edifícios da capital é tema de encontro no MARGS

A escultura de bronze “Themis”, de Carlos Maximiliano Fayet, no Palácio da Justiça, é exemplo de diálogo entre arquitetura e artes visuais no cenário urbano. Foto: Kin Viana

O Museu de Arte do Rio Grande do Sul (MARGS), a Prefeitura de Porto Alegre, o Instituto de Arquitetos do Brasil (IAB RS), a Associação dos Escultores do Estado do Rio Grande do Sul (AEERGS), o Sindicato das Indústrias da Construção Civil (SINDUSCON) e as associações Riograndense de Artes Plásticas Chico Lisboa e de Amigos do MARGS promovem na próxima quinta-feira, 25, o bate-papo “Mais Arte na Cidade – Reflexos da Lei 10036/06”. O encontro ocorre das 14 às 16h30, no auditório do MARGS.

O evento irá abordar os pontos positivos dos dois anos de aplicação da lei das obras de arte em novos edifícios, bem como apresentar os parâmetros para cadastramento de projetos pelos artistas. O bate-papo será conduzido por Paulo Amaral (diretor do MARGS), Adriana Boff (coordenadora de Artes Plásticas da Secretaria da Cultura de Porto Alegre), Zalmir Chwartzmann (vice-presidente do SINDUSCON), André Venzon (conselheiro da Chico Lisboa) e Vinicius Vieira (diretor cultural do IAB RS e presidente da AEERGS).

A Lei 10036/06 dispõe sobre a colocação de obras de arte de visibilidade pública em novas construções com área adensável maior que 2 mil metros quadrados. Nesses dois anos, dezenas de obras de arte já estão disponíveis à população e, gradativamente, a imagem de Porto Alegre se transforma e a lei se consolida por valorizar os edifícios, promover a produção artística local, cumprir papel educativo e incentivar aproximação da comunidade com os novos empreendimentos.

Serviço
Bate-papo “Mais Arte na Cidade – Reflexos da Lei 10036/06”.
Data: 25 de maio | Quinta-feira.
Horário: 14h às 16h30.
Local: Auditório do MARGS (Praça da Alfândega, s/ n°, Centro Histórico, Porto Alegre).
Entrada gratuita.