Disputa pelas vagas da Classificatória de Esteio

Farandola da Mangueira Velha – Fotos: Felipe Ulbrich
Querência da Boa Vista

A Classificatória de Esteio/RS foi uma disputa com todos os elementos característicos do circuito do Freio de Ouro e, contando com o incentivo vibrante do público nas arquibancadas do Parque de Exposições Assis Brasil, encerrou garantindo a vaga de mais oito candidatos por categoria na Final do Freio de Ouro 2017.
A seletiva que encerrou no domingo, 21 de maio, sobre a pista enlameada pela chuva do dia anterior, teve início numa quinta-feira ensolarada, quando ocorreu o julgamento morfológico. E mesma inconstância do clima foi vista também na ordenação parcial que, devido à alta concorrência, fez com que os candidatos mudassem de posição várias vezes ao longo da prova. Até a última etapa de campo, a proximidade das notas tornava ainda mais imprevisível o resultado.
No encerramento da seletiva a diretoria da Associação Brasileira de Criadores de Cavalos Crioulos (ABCCC) fez um balanço positivo do evento. Para Luiz Martins Bastos Neto, vice-presidente técnico da entidade, a disputa mostrou o alto nível da seleção do cavalo Crioulo na atualidade. “Considero essa prova a Classificatória mais importante depois do Bocal. Pela proximidade, qualidade das provas e as notas mostrando o nível de competição que temos hoje na raça Crioula. Essa a alternância e troca de posições é positiva, pois mostra que não existe proteção ou paternalismo. Em provas como essa, quem se mantém equilibrado, erra menos ou erra sem gravidade, tem o melhor resultado. Isso mostra a qualidade do nosso julgamento e a competência dos competidores e do nosso cavalo”, diz.

Comemoração na conquista
A celebração do resultado reuniu criadores e proprietários que comemoraram em pista a garantia da vaga na final. Fábio Camargo, criador e expositor de Querência da Boa Vista, primeira colocada entre as fêmeas, recordou todo o trabalho e dedicação até alcançar essa primeira colocação. “Já faz dois anos e meio que essa égua está treinando com o Fabinho. Ela ganhou o Bocal de Bronze e depois no Freio estava doente, e precisamos tirar ela da prova. Mas depois disso ela evoluiu bem e agora está ainda melhor. É um animal de boa morfologia e que nos deixa uma expectativa muito boa com relação à sua sequência em pista”, diz. Seu ginete, Fábio Teixeira da Silveira, foi eleito o destaque da categoria.

Integração no julgamento
A classificatória de Esteio foi avaliada por dois trios de jurados que fortaleceram a integração com a Argentina, país membro da Federação Internacional de Criadores (FICCC). Na categoria fêmeas, os jurados foram Cesar Augusto Rabassa Hax, Luis Rodolfo da Costa Machado e o argentino Carlos Cattani. Entre os machos, Mário Móglia Suñe e Mateus Gularte Silveira dividiram a responsabilidade com o criador do país vizinho, Rodrigo Diaz de Vivar. O inspetor técnico da ABCCC, Manoel Macedo Pons Neto, foi o responsável pela supervisão da prova.
Na análise de Machado, jurado das fêmeas, o destaque da categoria foi o crescimento qualitativo dos conjuntos. “Foi uma prova que exigiu concentração do começo ao fim. Tivemos uma grata surpresa na categoria pois as fêmeas foram evoluindo no decorrer da prova. São animais de muito boa morfologia e de desempenho funcional superior. No final, vinham todas com boas notas e venceu quem teve maior regularidade”, comentou.
Entre os machos, a avaliação de Silveira considerou que essa possivelmente será uma das classificatórias de nível mais alto em todo o ciclo. “Uma prova de altíssimo nível, com os oito classificados tendo nota acima de 19. Excelente estrutura de gado e pista. Gostaria de agradecer pela confiança da ABCCC em me convidar para julgar essa classificatória que certamente deve ser uma das mais fortes do ciclo. Esperamos que o nível aumente cada vez mais”.

Resultado
Fêmeas
1º Lugar
Querência da Boa Vista, filha de Chicão de Santa Odessa e Palmas de Peñaflor Estampa; criador Fazenda Boa Vista e expositor Fábio Muricy Camargo, Cabanha Boa Vista, Vacaria/RS
Ginete: Fábio Teixeira da Silveira
Nota: 20,643

2º Lugar
Carlota de São Pedro, filha de Macanudo do Itapororó e Generina de São Pedro; criador e expositor Eduardo Macedo Linhares, Cabanha GAP São Pedro, Uruguaiana/RS
Ginete: Fábio Teixeira da Silveira
Nota: 20,379

3º Lugar
Capanegra Quinta Sinfonia, filha de Capanegra Jacarta e Capanegra Felicidad; criador Fernando Dornelles Pons e expositor Fernando Dornelles Pons e Victor Penner, Cabanha Capanegra e Cabanha Gameleira, Dom Pedrito/RS
Ginete: Eduardo Weber de Quadros
Nota: 20,348

4º Lugar
Hija de La Margarida da Matarazzo, filha de Xingú Ibiá e Entonada de Santa Margarida; criador Jayme Monjardim Matarazzo e expositor Jayme Monjardim Matarazzo e Rubens Elias Zogbi, Cabanha Villa Matarazzo e Cabanha Carapuça, Amparo/SP e Cristal/RS
Ginete: Daniel Waihrich Marim Teixeira
Nota: 20,204

5º Lugar
JA Liberdade, filha de Equador de Santa Edwiges e JA Andorinha; criador e expositor José Antonio Anzanello, Fazenda Santa Edwiges, São Lourenço do Sul/RS
Ginete: Milton Castro
Nota: 20,085

6º Lugar
Orquídea do Recanto Crioulo, filha de Encomendero do Recanto Crioulo e Hegira da Vila Velha; criador Adelmo Hess e expositor Adelmo Hess e Fabio Nivaldo de Oliveira, Estância Três Coxilhas e Cab. Alto Paraiso, Barra Velha e Joinville/SC
Ginete: Antonieto Rosa
Nota: 19,937

7º Lugar
RE Escultura, filha de Niobio da Carona e Copo de Leite do Strass; criador e expositor Evaldo Francisco da Rosa, Estância Liberdade, Rolante/RS
Ginete: Jardel Pereira
Nota: 19,741

8º Lugar
SC Afamada, filha de Favorito da Boa Vista e SC Lontra; criador Carlos Santos Silveira de Ávila e expositor Loraci Flores de Lima, Cabanha Corte de Limia & Caravaggio, Santa Maria/RS
Ginete: Marcos Silveira
Nota: 19,632

Machos
1º Lugar
La Castellana Esplendor, filho de Matreiro do Itapororó e Julieta do Trinta e Oito; criador Marcelo Amaral Moraes e expositor Jean Carlo Santos Mendes, Cabanha Iguariaçá, Descanso e Fama, São Borja/RS
Ginete: Claudio dos Santos Fagundes
Nota: 20,298

2º Lugar
Lanceiro II de Santa Edwiges, filho de Rodopio de Santa Edwiges e Víbora de Santa Edwiges; criador Daniel Anzanello e expositor Luis Ricardo e Vanessa Maccaferri, Estâmcia Ferri, Tatuí/SP
Ginete: Daniel Waihrich Marim Teixeira
Nota: 20,257

3º Lugar
Justiceiro do Mano A Mano, filho de Mais Um Cartucho e Doçura do Mano A Mano; criador e expositor Paulo Ronei Reali e Thiago Merck Reali, Cabanha Carpe Diem, Fazenda Vilanova/RS
Ginete: Cézar Augusto Schell Freire
Nota: 20,082

4º Lugar
Farandola da Mangueira Velha, filho de Estimado da Terra Nativa e JA Umbanda; criador Leandro Luís Vieira e expositor Bertilo Schlickmann, Cabanha Cinco Estrelas, Braço do Norte/SC
Ginete: Fagner Crescencio Espindola
Nota: 19,749

5º Lugar
Esteio JB de Palermo, filho de Arunco JB de Palermo e KVK Carpincha; criador Otto Jayme Beckert e expositor Alexandre Sandri, Cabanha Potro Sem Dono, Itajai/SC
Ginete: Claudio Correia
Nota: 19,711

6º Lugar
Único dos Tapes, filho de BT Faceiro do Junco e Balaca do Salimar; criador João Francisco Bade Wolf e expositor RST Empreendimentos Agropecuários Ltda., Cabanha Seni, Garibaldi/RS
Ginete: José Fonseca Macedo
Nota: 19,686

7º Lugar
Pampeiro dos Três Pinhais, filho de Índio do Boeiro e Ladainha dos Três Pinhais; criador Vilson Aozane Bilibio e expositor Vilson Bilibio, Norberto Ullmann Filho e Poliani Naressi, Cabanha Sorsul e Cabanha Três Pinhais, Horizontina/RS
Ginete: Cézar Augusto Schell Freire
Nota: 19,609

8º Lugar
AZ de Ouros Esperanto, filho de Agua de Los Campos Y Maquena Criterioso e Nuvem Gravatá; criador e expositor Eduardo Kessler Fleck e Filhos, Cabanha Az de Ouros, Gravataí/RS
Ginete: Adriano A. Streck
Nota: 19,314