SAP investe na preparação da força de trabalho do futuro na América Latina

Programas de desenvolvimento profissional e comunidades de inovação já capacitam jovens talentos no Brasil

A SAP anuncia que vai ampliar as iniciativas que ajudam a preparar a força de trabalho na América Latina. Na região, de acordo com uma pesquisa realizada pelo Manpower Group, 42% das empresas têm dificuldade para preencher posições relacionadas às chamadas competências STEM (Ciência, Tecnologia, Engenharia e Matemática). A empresa quer proporcionar aos estudantes latino-americanos um melhor acesso ao mercado de trabalho, em especial no setor tecnologia.

Um dos programas da empresa que será expandido é o Young Professional, iniciativa do SAP Training and Development Institute (TDI), criado em novembro de 2012, para ajudar no desenvolvimento de Consultores Associados certificados e de competências relacionadas a ferramentas e inovações da SAP. Os estudantes graduados no Programa podem ser inseridos em um ecossistema de parceiros ou aportar seus conhecimentos em clientes da SAP. Já implementado no Brasil, desde o ano passado, e no México, no início deste ano, deverá ter sua primeira edição na Argentina em julho. No Brasil, até o momento, há 50 graduados (980 em todo o mundo, desde o início do programa, em 2013), sendo que 35 deles já conseguiram empregar-se no ecossistema de parceiros SAP.

Além disso, a SAP está reforçando seu compromisso com o Latin Code Week (LCW), um programa regional criado pela Junior Achievement, destinado a estudantes latino-americanos com idades entre 18 e 24 anos, com o objetivo de capacitá-los em habilidades analíticas e criativas, design thinking, design, programação e protótipos de aplicativos, usando tecnologias próprias com a solução SAP BUILD. A LCW visa preparar as gerações futuras com os recursos necessários para que se tornem atores relevantes no desenvolvimento e na força de trabalho da América Latina. A SAP convida clientes para atuarem como palestrantes e avaliar projetos desenvolvidos pelos participantes, dirigidos para a solução de problemas sociais com o uso da tecnologia. Claudio Muruzabal, presidente da SAP para a América Latina e Caribe, é membro do conselho regional da Junior Achievement Américas. Durante o ano de 2016, a Latin Code Week contou com a participação de 50 voluntários e impactou 400 estudantes da Argentina, Brasil, Colômbia e México. Este ano, com uma expansão geográfica que agregou Chile, Costa Rica, Peru e Porto Rico, o evento deverá ultrapassar mil participantes e 150 voluntários.

A mais recente iniciativa da SAP no campo educacional aconteceu no último dia 16 de maio, no Brasil, com a inauguração do primeiro SAP Next-Gen da América Latina, na Universidade Unisinos em São Leopoldo (RS). O SAP Next-Gen é uma comunidade de inovação para SAP Leonardo que vai conectar clientes ao meio acadêmico, startups, aceleradoras, avaliadores de risco, especialistas e parceiros de negócios da SAP para reimaginar o futuro das indústrias. Conta com o apoio de metas globais das Nações Unidas, e tem como outros objetivos promover o desenvolvimento local e atrair os melhores talentos.

“O fenômeno da economia digital está fazendo com que um enorme número de organizações em todo o mundo demande talentos para posições relacionadas às chamadas competências STEM. Cálculos da McKinsey indicam que até 2020, haverá 40 milhões de vagas para profissionais especializados nessas áreas”, diz Jennifer Mann, vice-presidente de Comunicação Corporativa e Responsabilidade Social da SAP para América Latina. “Essas habilidades podem representar, para um jovem latino-americano, a possibilidade de ter um futuro melhor”.