Viagem com pontos/milhas: Programe-se para o fim do ano


Conseguir passagens aéreas com pouco ou nada de dinheiro é possível, mas requer planejamento. Para quem quer viajar no fim do ano, por exemplo, o momento de resgatar as passagens, usando pontos/milhas, é agora. Essa é a orientação da Associação Brasileira das Empresas do Mercado de Fidelização (ABEMF), que reúne as principais companhias do setor no Brasil. Segundo o presidente da ABEMF, Roberto Medeiros, quem tem saldo acumulado nos programas de fidelidade deve resgatar os bilhetes com meses, ou até um ano, de antecedência para obter mais benefícios. “Quanto mais cedo a pessoa resgata, menor quantidade de pontos/milhas terá que utilizar, além, é claro, de uma maior disponibilidade de assentos, voos e destinos”, afirma.

Para quem ainda não utiliza os programas, a recomendação é se inscrever o quanto antes. “O cadastro nos programas de fidelidade é gratuito e você não precisa gastar mais para acumular. Basta concentrar as compras de sempre em estabelecimentos parceiros do programa do qual você faça parte. Assim, você acumula sem esforço e já começa a formar uma reserva de pontos/milhas para quando quiser viajar”, explica. As passagens aéreas ainda são as preferidas dos consumidores no momento de trocar seus pontos/milhas, responsáveis por aproximadamente 70% do total resgatado, de acordo com dados da associação, mas há milhões de outras opções. Para viagens, estão disponíveis diárias de hotéis, aluguel de carro, passeios, entre muitos outros.

Sobre a ABEMF
A Associação Brasileira das Empresas do Mercado de Fidelização (ABEMF) nasceu em 2014 com o objetivo de debater questões institucionais e regulatórias do setor, representar os interesses de empresas e profissionais, além de fomentar ações para o fortalecimento e aperfeiçoamento contínuo do mercado brasileiro de fidelização. Fazem parte da entidade sete das maiores companhias do segmento no país: Dotz, Grupo LTM, MasterCard, Multiplus, Netpoints, Smiles e TudoAzul. Entre as atividades desenvolvidas pela ABEMF estão a divulgação de dados do setor, obtidos por meio de estudos e pesquisas, e a busca por incentivos que beneficiem o mercado e seus associados.