Usuários do CAPS AD visitam Jardim Botânico no Parque Imperatriz

CAPS AD iniciou no ano passado a horta terapia, por iniciativa de usuários e com doações, com o objetivo de terem uma ocupação como auxílio no controle da ansiedade

Os usuários do Centro de Atenção Psicossocial (CAPS Álcool/Drogas), acompanhados das nutricionistas residentes Ana Mattos e Priscila Goes, conheceram, nesta quarta-feira, 24 de maio, o relógio do corpo humano, cultivado no Jardim Botânico, junto ao Parque Imperatriz Leopoldina. O biólogo e chefe do Jardim Botânico, Julian Mauhs, conversou com os visitantes sobre as plantas medicinais que compõem o espaço que leva o nome de um de seus idealizadores, o professor e biólogo João Daudt. Mauhs falou sobre as plantas que nascem espontaneamente e que podem ser utilizadas na alimentação, conhecidas como Plantas Alimentícias Não convencionais (PANC), cuidados do cultivo, controle de pragas, proteção do solo, entre outras orientações.

O CAPS AD iniciou no ano passado a horta terapia, por iniciativa de usuários e com doações, com o objetivo de terem uma ocupação como auxílio no controle da ansiedade. Segundo a nutricionista Priscila, são cultivados de forma natural diversos vegetais, como milho, manjericão, tomatinho, alface. “Procuramos o Jardim Botânico para fazer uma integração do nosso trabalho com outras experiências. A visita é uma socialização, também visa à reinserção social”, contou.

A nutricionista Ana ressaltou que a horta vai além do plantio e da colheita. “O processo é terapêutico e dá acesso ao alimento saudável, ao cuidado com o ambiente e gera segurança alimentar, pois alguns usuários estão em situação de rua. É o fazer coletivo, cultivada por várias mãos e a responsabilização pelo cuidado com a horta”, afirmou.

Para um dos usuários que participou do início da horta no CAPS, a atividade é um espaço de interação com a natureza. “Sensibiliza as pessoas e conhecemos as plantas. É muito bom ver nos pratos o alimento que nós produzimos”, disse.

Visitas agendadas:
O contato para agendar visita, que pode ser por grupos ou individual, pode ser feito pelo e-mail: jardimbotanico@saoleopoldo.rs.gov.br ou pelo telefone: 35923087.