Porto do Rio Grande já movimentou mais de 11 milhões de toneladas

Comparado com o mesmo período de 2016, a movimentação cresceu 8,75% – Foto: Divulgação Suprg

O setor de estatística da Superintendência do Porto do Rio Grande, Unidade Rio Grande, apresentou os dados de movimentação do primeiro e 2017. Foram mais de 11 milhões de toneladas das mais variadas cargas, com destaque para soja, milho e trigo. Comparado com o mesmo período de 2016, o crescimento chega a 8,75%.

“O complexo de Rio Grande teve alguns períodos difíceis em abril, no que tange a impraticabilidade da barra, mas, mesmo assim, os terminais responderam bem e considerando apenas o mês de abril tivemos um crescimento de 3% quando comparado ao ano passado”, afirma o diretor superintendente do Porto do Rio Grande, Janir Branco.

A movimentação total, de janeiro a abril, foi de 11.775.902 de toneladas, enquanto em 2016 foi de 10.828.475 de toneladas. “Isso mostra que o complexo está preparado para resolução de problemas e tem agilidade suficiente para responder às dificuldades sejam elas de fenômenos naturais ou operacionais”, conclui Branco.

A movimentação do Granel Sólido, por onde passam os grãos, teve alta de 16,38%, impulsionada principalmente pelo complexo soja. O grão de soja movimentou, nos quatro meses, 3.097.120 de toneladas, crescendo 34,6% ante o mesmo período de 2016. A movimentação de milho aumentou 41,21%, totalizando 343.608 de toneladas. O trigo teve impulso de 26,11% chegando a 874.347 toneladas.

O movimento de embarcações também aumentou, chegando a 1033 atracações. Em percentual, o incremento foi de 4,97% ante o mesmo período do ano passado. Os principais destinos das exportações nos quatro primeiros meses foram China (3.280.319t); Irã (375.231t); Coreia do Sul (331.558t); Japão (248.232t) e Estados Unidos (226.285t). Já as importações partem da Argentina (480.108t); Algéria (203.039t); Estados Unidos (155.882t); Rússia (151.019t) e Marrocos (107.921t).