Projeto que inclui autistas no atendimento prioritário aguarda sanção

Projeto de autoria da presidente do Legislativo, vereadora Edite Lisboa Cigana (PSB), que obriga os estabelecimentos públicos e privados do Município de São Leopoldo a inserirem nas placas de atendimento prioritário o símbolo mundial do autismo aguarda sanção do prefeito Ary Vanazzi.

No dia 15 de maio, Sessão Solene em homenagem às mães de filhos autistas, que complementa o projeto, lotou o Plenário da Câmara de São Leopoldo. A sessão em homenagem às mães é realizada há nove anos consecutivos, desde o primeiro mandato da vereadora, contemplando a cada ano uma temática diferente.

Neste ano, a sessão foi marcada por emoção e aprendizado nos relatos dos profissionais que atuam na área e fizeram o uso da Tribuna: Renata Trindade da Silveira, especialista em Autismo, a psicóloga Sonia Lessa, representando a APAE São Leopoldo e Denise Daudt Machado, integrante da Direção da Associação de Pais e Amigos dos Autistas do Vale do Sinos (AMA), além das mães homenageadas, a servidora pública da Câmara Fabiane Rodrigues de Oliveira, a professora Daiane Cardoso Moraes e Carmem Lucia Freitas, servidora da Prefeitura Municipal.