Inter vence Figueirense fora de casa e sobe na tabela

Fotos: Ricardo Duarte

O Internacional conquistou importante vitória fora de casa na noite desta terça-feira, pela quinta rodada do Campeonato Brasileiro da Série B, ao bater o Figueirense por 2 a 1, com gols de Víctor Cuesta e Diego. O triunfo no Orlando Scarpelli deixou o time colorado na quinta posição, com oito pontos, a três de distância do líder, o Juventude. No sábado (10/6), o desafio é contra o Náutico, às 16h30, no Beira-Rio.

Time misto em Floripa

Com seis jogadores titulares poupados da partida, mas que permaneceram treinando forte no CT do Parque Gigante, inclusive sob comando de Guto Ferreira, que viajou para a capital catarinense somente na tarde desta terça-feira-, o Inter teve uma escalação diferente contra o Figueirense. Na zaga, Danilo Silva formou dupla com o argentino Víctor Cuesta. Junio e Carlinhos atuaram nas laterais. O meio-campo teve Charles, Fabinho e Roberson, e a linha mais adiantada foi formada por William Pottker, Carlos e Brenner.

Cuesta abre o placar de cabeça

Disputado em um gramado pesado por conta da forte chuva que caiu em Florianópolis, o confronto começou concentrado no meio-campo e com muita disputa pela bola. O Inter procurava manter as linhas altas, marcando forte a saída de bola do adversário.

No entanto, foram os donos da casa que ameaçaram pela primeira vez, aos 13min, em cruzamento rasteiro e fechado de Robinho que Danilo Fernandes espalmou providencialmente. A resposta colorada, porém, foi letal. Aos 15min, Carlinho cobrou escanteio e Víctor Cuesta saltou alto entre os marcadores para cabecear no cantinho direito e fazer 1 a 0. Foi o segundo gol do zagueiro pelo Inter.

Empate catarinense e jogo morno

Aos 22min, o Figueira empatou: Matheus Pereira cruzou da direita e Henan empurrou, da pequena área, para o fundo do gol. Aos 28min, Juliano soltou a bomba de longe e bola passou por cima do travessão. Depois disso, a partida ficou morna, sem que ninguém conseguisse a finalização.

Mudanças no time

No intervalo, Guto Ferreira colocou o meia Juan – oriundo do time Sub-23, mas que já havia feito uma partida pela equipe principal na partida contra o Criciúma, em fevereiro, pela primeira fase da Copa da Primeira Liga – no lugar de Brenner. O ‘prata da casa’ juntou-se a Roberson na missão de abastecer os atacantes Carlos e William Pottker. Porém, o Inter seguiu com dificuldade de concluir em gol.

O Figueirense, por sua vez, teve duas boas chances com Henan. Aos 19min,o atacante cabeceou e a bola passou rente à trave esquerda. Aos 27min, ele cruzou rasteiro e a bola passou em frente à meta defendida por Danilo Fernandes, com muito perigo. Aos 29min, Dudu Vieira arriscou de longe e o goleiro colorado fez grande defesa.

Diego entra e decide para o Inter

Aos 30min, em rápido contra-ataque, Juan passou por três marcadores e tocou para Pottker, que fez a assistência perfeita para Diego marcar o segundo gol do Inter. O atacante havia entrado minutos antes no lugar de Carlos e decidiu o resultado da partida!

Os dez minutos finais foram intensos, com chances para ambos os lados. Os catarinenses tentaram o empate aos 35min, em chute de Joãozinho que saiu pela linha de fundo. Aos 38min, o Colorado quase ampliou, em escapada de Pottker que acabou em chute defendido por Thiago Rodrigues. Aos 40min, Junior salvou o Inter, ao tirar a bola de cima da linha do gol após tentativa de Robinho. Um minuto depois, Juan recebeu passe no interior da área, mas chutou por cima do travessão. De qualquer forma, a vitória era do Clube do Povo em Floripa!