Daer prepara decreto de emergência em duas rodovias da Serra

Os prejuízos provocados pelo período prolongado de chuvas no Rio Grande do Sul fizeram com que o Departamento Autônomo de Estradas de Rodagem (Daer) decidisse decretar situação de emergência em duas rodovias da Serra, nesta quinta-feira (8). A ERS-431, em Monte Belo do Sul, e a BRS-470, entre Bento Gonçalves e Veranópolis, tiveram restrição de tráfego por causa de deslizamentos e danos no asfalto.

Na ERS-431, o trânsito segue em meia pista no km 12,2 devido a rachaduras no pavimento. O acúmulo de água gerou infiltrações e, como consequência, o maciço onde está implantada a rodovia cedeu. No último final de semana, funcionários do departamento estiveram no local para realizar a selagem das trincas.

Frentes de serviços iniciaram desobstrução da BRS-470, entre Bento Gonçalves e Veranópolis – Foto: Divulgação Daer

De acordo com o diretor-geral do Daer, Rogério Uberti, o decreto de emergência agilizará a contratação de serviços para recuperar o trecho. “Existe uma massa em colúvio (material que se deposita no sopé de encostas por ação da gravidade e da água) que vai desde a Ponte do Pedrinho até a Ponte do Jacuí e constantemente se movimenta. O Daer tem um projeto e, com o decreto, vamos contratar uma empresa para implantá-lo com o objetivo de evitar perder o leito da estrada e dar condições de tráfego o mais rápido possível”, explicou.

Na BRS-470, o problema foi o deslizamento de uma encosta no km 193, próximo à ‘Curva da Ferradura’. O material chegou a bloquear os dois sentidos da rodovia. Ainda pela manhã, o Daer mobilizou máquinas e operários para remover a barreira e desobstruir o tráfego.”Apesar de recentemente federalizada, já havíamos firmado um convênio com o Dnit para seguirmos com o Contrato de Restauração e Manutenção de Rodovias da Serra nessa e em outras estradas da região, o que nos possibilitou chamar a empresa contratada para iniciar emergencialmente a limpeza e o desbloqueio da BRS-470″, falou o diretor.

Rachadura na ERS-431 foi selada no último fim de semana, mas Daer fará recuperação emergencial do trecho

Enquanto a chuva não parar e os pontos de alagamento e bloqueios não forem eliminados, o Daer aconselha os motoristas a seguirem por vias municipais para acessar a subida da Serra.

Serviços de urgência

As 17 superintendências regionais do Daer estão mobilizadas para ações urgentes nos trechos atingidos pelas chuvas e cheias de rios. Os trechos com maiores prejuízos são os seguintes:

– ERS-132 (Camargo – Vila Maria): água sobre a pista interrompe totalmente a rodovia;
– VRS-834 (acesso à Vila São Marcos, em Uruguaiana): bloqueada com água na pista entre os quilômetros 2,8 e 3,8, em função da cheia do Rio Uruguai;

– RSC-473 (Bagé – São Gabriel): atoleiro no quilômetro 95 (localidade de Três Estradas). Daer fará a manutenção e revestimento primário nesta quinta-feira;

– ERS-030 (Santo Antônio da Patrulha): erosão e queda de taludes no quilômetro 63. Daer fará a recomposição ainda à tarde;

– ERS-122: árvores na pista no quilômetro 47, sendo retiradas por equipes do departamento;

Além das ações já iniciadas, o Daer prepara um levantamento com a situação de todas as rodovias que tiveram as condições agravadas pelos efeitos do clima instável. “A partir desse relatório, definiremos recursos e obras necessários para resolvermos esses problemas de forma efetiva e duradoura”, disse Uberti.