Hospital Centenário faz mutirão de cirurgias de bloqueio peridural

Foto Ana Garske

A equipe de Neurocirurgia do Hospital Centenário realizou, na tarde desta sexta-feira, dia 9, a primeira das oito etapas do mutirão para o procedimento denominado Prolongado do Sistema Nervoso Periférico, mais conhecido por bloqueio peridural. O mutirão beneficiará 59 pacientes com diagnóstico de dor lombar decorrente de processo degenerativo, que aguardavam desde o início de 2016 na fila pelo procedimento, e vai zerar a fila de espera.

Com duração de 30 a 40 minutos, a técnica consiste na aplicação de medicamento através de uma agulha, num processo semelhante ao da anestesia raquidiana. O resultado esperado é o controle da dor na região. Menos invasivo e com anestesia local, o procedimento requer apenas 24 horas de internação, com retorno ao Hospital após três a quatro semanas para avaliação do resultado.

Aos 37 anos, a atendente de pizzaria Elida Pedretti costuma sentir muita dor. É para casos como o dela, diagnosticada com discopatia degenerativa na vértebra L5-S1, que durante as crises sente dor intensa na coluna irradiada para as pernas, que o bloqueio peridural é indicado. “Já cheguei a ficar 15 dias sem conseguir caminhar”, contou enquanto aguardava na Sala Pré-Operatório. Confiante, Elida espera resolver o problema sem necessidade de cirurgia.

As próximas etapas do mutirão ocorrerão nos dias 9, 16, 23 e 30 de junho e 7, 14, 21 e 28 de julho.