Conheça os 10 alimentos que mais mancham os dentes

Não apenas os que possuem pigmentação excessiva, como o vinho e o açaí, mas também aqueles que são muito ácidos, como frutas cítricas, merecem atenção na hora do consumo

Ter os dentes saudáveis faz toda a diferença na hora de abrir aquele sorrisão. Mas e quando você escova os dentes após as refeições, usa fio dental e ainda assim o sorriso permanece escuro? A causa pode estar nos alimentos ácidos ou naqueles com forte pigmentação – conhecidos como cromogênicos – que você consome. Descubra quais são os verdadeiros vilões dos dentes branquinhos e saiba que fazer para mantê-los assim, de acordo a especialista em Dentística Estética Elaine Cristina de Almeida.

Açaí: evite o excesso! Essa delícia de verão atrapalha quem almeja um sorriso branquinho. Isso porque a cor forte e escura da fruta favorece o escurecimento dos dentes.

Beterraba: apesar de ser rica em vitaminas e minerais, seu pigmento roxo pode certamente manchar a dentição.

Café: o tão amado cafezinho é um dos que mais escurecem os dentes, principalmente se for consumido com muita frequência.

Chá: alguns tipos podem ser piores que o café, já que o chá tem substâncias naturais chamadas taninos, responsáveis por manchas dentárias.

Limão: embora não seja escuro, o ácido presente na fruta potencializa a maior captação de pigmentos. E mancha!

Mirtilos, framboesas e cranberries: todas essas frutas com pigmentação mais escura podem provocar um tom escurecido ao seu sorriso.

Molho shoyu: o molho de soja é escuro, ácido e tem corantes artificiais. São características certeiras na missão de corroer o esmalte dos dentes.

Refrigerantes à base de cola: além de coloridos artificialmente, são ácidos e atacam o esmalte e a dentina. Outro ponto negativo dessas bebidas é o excesso de açúcar, que favorece o surgimento de cáries.

Vinagre balsâmico: assim como o shoyu, é escuro e pode tingir os dentes.

Vinho tinto: quanto mais escuro for o vinho, maior será a sua capacidade de manchar. É uma bebida ácida e que pode contribuir para a desmineralização do esmalte, deixando os dentes mais escuros e mais sensíveis.

Sobre Elaine Cristina de Almeida CRO 67522 Formada em Odontologia pela Universidade Camilo Castelo Branco Especialista em Dentística Estética pela Faculdade de Odontologia São Leopoldo Mandic Especialista em Odontologia do Trabalho pelo Sindicato dos Odontologistas

Não deixe amarelar

Para a especialista, não é necessário ser radical e parar de ingerir esses alimentos. “A melhor solução é não exagerar e sempre escovar os dentes depois de consumi-los. Se não for possível, recorra a um copo d’água”, explica. A dentista dá ainda outras dicas:

  • Coma uma maçã por dia. Com função adstringente, a fruta é ideal para ajudar a manter o esmalte;
  • Faça bochechos com água logo após saborear alimentos mais pigmentados;
  • Visite seu dentista a cada seis meses. O melhor caminho é a prevenção;
  • Pare de tomar vinho pelo menos 30 minutos antes da sua rotina noturna de higiene bucal;
  • Tente não incluir refrigerantes na sua dieta e, caso não consiga, beba só de vez em quando. Além de ser vilões da brancura, eles não são nada saudáveis;
  • Se seu dente já estiver amarelo, o dentista é a opção mais indicada. Ele fará os tratamentos adequados, como limpeza e clareamento, que irão amenizar as manchas.