Cartilha online oferece dicas para compostagem de lixo

Metade dos resíduos gerados nos centros urbanos é orgânico. Apenas 1% é destinado à compostagem

Para incentivar a compostagem de lixo orgânico, o Ministério do Meio Ambiente lançou uma cartilha online que traz informações sobre a forma correta de descarte. Isso porque esses resíduos representam metade do lixo gerado nas cidades, mas apenas 1% desse montante vai para a compostagem.

Os resíduos orgânicos podem se tornar uma ameaça ao meio ambiente na medida em que liberam chorume e gases do efeito estufa, além de favorecerem a proliferação de animais transmissores de doenças.

A compostagem é essencial para dar o tratamento e o descarte adequados a esse lixo, somada à geração de um composto orgânico rico em nutrientes e próprio para adubação.

O manual lançado reúne dicas para a compostagem doméstica, comunitária e institucional, indicando a maneira correta de separação do lixo e descarte do material. Nesse processo, os restos são cobertos com terra e revirados periodicamente, à medida que são decompostos para gerar o húmus.

Na compostagem, a decomposição é controlada e acontece de forma acelerada. Dessa forma, a variedade de microrganismos que se desenvolvem nesse ambiente é maior e torna o composto gerado mais rico.