Centenário inaugura novo espaço do Ambulatório de Especialidades

Ambulatório de Especialidades passa a atender em um prédio anexo, ao lado da Oncologia Centenário – Fotos: Charles Dias
A inauguração do novo espaço ocorreu nesta sexta-feira, com a presença do prefeito Ary Vanazzi, do secretário de Saúde Fábio Bernardo, do presidente do Centenário, Nelson Piovesan, e de funcionários da instituição

Pacientes de São Leopoldo e de outros municípios que semanalmente vêm ao Hospital Centenário para consultas com especialistas terão mais conforto e praticidade no atendimento. A partir desta sexta-feira, dia 23, o Ambulatório de Especialidades deixa de funcionar junto à área de circulação de pacientes em atendimento no Pronto Socorro e passa a atender em um prédio anexo, ao lado da Oncologia Centenário.

Em média, são feitas 260 consultas semanais para as especialidades de Traumatologia, Neurocirurgia, Neurologia, Urologia, Cirurgia Toráxica, Cirurgia Oncológica, Mastologia, Nefrologia e Oncologia. Isso significa um fluxo de, aproximadamente, 2.400 pessoas, entre pacientes e acompanhantes que semanalmente circulam pelo hospital devido às consultas e retorno para entrega de laudos e exames. Para Piovesan, a questão vai além do novo espaço ser maior e mais confortável, trata-se de humanização. “Hoje, os pacientes que aguardam por consultas, e que muitas vezes estão fragilizados, presenciam a rotina dos pacientes que estão em atendimento no Pronto Socorro quando estes são conduzidos em macas ou em cadeiras de rodas pelo mesmo corredor de espera para as consultas do Ambulatório”, acrescenta.

Ao reconhecer a importância deste novo espaço para as consultas como uma das mudanças necessárias no âmbito do atendimento do Centenário, o prefeito Ary Vanazzi salientou a proximidade e o diálogo constante de sua administração com o Hospital, no sentido de sua real integração como unidade da rede de Saúde, bem como o reforço da UPA e das demais unidades de Saúde. “Precisamos trabalhar cada vez mais para atender melhor e diminuir o sofrimento das pessoas”, enfatizou. O prefeito também ressaltou o momento histórico que o Centenário está vivendo, com a proximidade de se tornar hospital de ensino, sagrando-se campo de prática para os alunos do curso de Medicina da Unisinos. “Depois de tudo o que sofreu, nosso hospital vai virar hospital escola e será modelo para todo o Brasil”, projetou.

Em sua fala, o secretário de Saúde Fábio Bernardo dirigiu-se aos funcionários garantindo-lhes que sua gestão à frente da pasta será de aproximação com os trabalhadores. “Não basta termos recursos. Esses são poucos, mas iremos buscá-los. Teremos diálogo constante com os trabalhadores e as trabalhadoras, e, com eles, melhoraremos a estrutura da rede para que esta dê retaguarda ao Hospital”, garantiu.