Prazo para alistamento militar termina hoje

Todos os brasileiros do sexo masculino que completam 18 anos em 2017 são obrigados a comparecer à Junta do Serviço Militar para o alistamento

Cerca de 100 mil jovens são incorporados às Forças Armadas todos os anos    Arquivo/Força Aérea

O prazo para o alistamento militar obrigatório deste ano termina hoje (30). Segundo levantamento, cerca de 300 mil jovens em todo o País ainda não se apresentaram nas Juntas do Serviço Militar (JSM) para o processo.

Todos os jovens brasileiros do sexo masculino que completam 18 anos em 2017 são obrigados a comparecer à Junta mais próxima a sua casa para o alistamento. Caso more no exterior, o cidadão deverá procurar os consulados ou embaixadas do Brasil.

Segundo dados do Ministério da Defesa, cerca de 1,8 milhão de jovens fazem o alistamento anualmente. Desses, 100 mil, em média, são incorporados às Forças Armadas.

Quer saber tudo sobre o alistamento militar? Acesse a página especial do Portal Brasil.

Alistamento online

Os moradores dos Estados do Amapá, Pará, Alagoas, Bahia, Ceará, Maranhão, Pernambuco, Paraíba, Piauí, Rio Grande do Norte, Sergipe, Distrito Federal, Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul,Tocantins, Paraná, Santa Catarina, Rio Grande do Sul e São Paulo também podem se alistar pela internet.

O serviço online ainda não está disponível para Acre, Amazonas, Espírito Santo, Rio de janeiro, Rondônia, Roraima e São Paulo (interior).

Os documentos necessários para efetivação do alistamento são: certidão de nascimento ou equivalente (carteiras de identidade, de motorista ou de trabalho), comprovante de residência e uma foto 3×4 recente.

Após o alistamento, será anotado ou anexado no verso do Certificado de Alistamento Militar (CAM) a data de retorno à Junta de Serviço Militar para que o jovem possa tomar conhecimento quanto à apresentação na seleção geral ou à dispensa do Serviço Militar.

Quem não se alistar estará sujeito a multa no valor de R$ 4,03, além de vários impedimentos, como tirar o passaporte na Polícia Federal, tomar posse em cargo público, fazer matrícula em instituições de ensino, entre outros.