Reforma Luterana é celebrada durante a São Leopoldo Fest

Além de celebrar os 193 anos da Imigração Alemã este ano, são comemorados os 500 anos da Reforma Luterana. O prefeito Ary Vanazzi afirmou a necessidade de refletir sobre o passado para planejar o futuro. “A ideia dessa festa é trazer para a cidade o reconhecimento de união entre as pessoas que aqui chegaram e ajudaram a construir e desenvolver a cidade. A maioria dos imigrantes alemães era de religião luterana e enfrentaram muitos preconceitos em um local distante e estranho. Depois continuamos a receber pessoas de todas as partes e ainda hoje São Leopoldo se destaca pela marca de ser uma cidade hospitaleira”, frisou o prefeito.

O pastor da Igreja Luterana de Confissão Luterana no Brasil (IECLB), Maurício Rack, destacou a ressignificação das manifestações religiosas na cidade. “Foi uma forma de afirmação de novas formas de leitura sobre o cristianismo que chegou ao Brasil através de São Leopoldo. Este é um momento para reverenciarmos a união entres as pessoas independentemente da fé”, afirmou.

O cônsul da Alemanha em Porto Alegre, Robert Strnadl, disse estar muito honrado em poder participar do evento. “Esse movimento de construir uma unidade, com um olhar coletivo vai dar esta dimensão do ponto de vista religioso, cultural, histórico, também através do pensamento de Lutero”, afirmou.

A São Leopoldo Fest 2017, segue até o próximo domingo, 30 de julho, com diversas atrações culturais, shows, feiras e muita diversão, no Centro Municipal de Eventos, na avenida São Borja, 1860.