Casa do Imigrante é tema de encontro na São Leopoldo Fest

Foto: Charles Dias

O prefeito Ary Vanazzi recebeu na tarde de hoje (28) representantes do Museu Histórico Visconde de São Leopoldo (MHVSL). Na pauta, a reforma da Casa do Imigrante, interditada há três anos por problemas estruturais. A presidente do MHVSL, Ingrid Marxen, trouxe boas notícias. No mês de junho foi aprovado o projeto para captação de R$ 733 mil no mecanismo Pró-Cultura, que beneficia empresas através de isenção de ICMS. No próximo dia 19 de agosto está agendado um evento no museu para apresentação dos detalhes. “Nossa ideia é levar o museu à sociedade, assim como a Casa do Imigrante. No dia 19 de agosto faremos uma integração social nas dependências do museu para divulgar o projeto de revitalização”.

O prefeito Ary Vanazzi parabenizou o grupo pela iniciativa e colocou o município à disposição para auxiliar no gerenciamento. “A reforma simplesmente não basta. Fizemos isso em 2011. A comunidade, igrejas, escolas e empresários precisam se envolver. Temos que dar vida à Casa do Imigrante”, ressaltou Vanazzi, que garantiu a participação da Prefeitura no evento.

A reunião ocorreu no Gabinete da São Leopoldo Fest e contou com a presença do vice-presidente do MHVSL, Walter Altmann, da coordenadora da Casa do Imigrante, Virgínia Rodrigues, do diretor do MHVSL, Giovanni Mesquita, dos secretários Ismael Mendonça (Cultura), Olimar Queiroz (Desenvolvimento Econômico e Tecnológico), do diretor de Patrimônio Joel Santana e do assessor de Relações Internacionais Pedro Vasconcellos.