Grêmio vence Atlético Paranaense e se classifica para as semifinais da Copa do Brasil

Com gols de Pedro Rocha (2x) e Everton, Tricolor venceu o Atlético-PR na Arena da Baixada

Fotos: Lucas Uebel | Divulgação Grêmio FBPA

O Grêmio garantiu a sua classificação às semifinais da Copa do Brasil na noite desta quinta-feira, após vencer o Atlético Paranaense pelo placar de 3 a 2, na Arena da Baixada, no segundo jogo das quartas de final da competição.

Entrou em campo com boa vantagem, após vencer o time paranaense por 4 a 0, na Arena, em junho. Mesmo assim, buscou muito mais que administrar a partida; jogou com raça para chegar ao seu objetivo: vencer.

A etapa inicial foi disputada, com o Furacão pressionando e levando perigo ao campo de defesa tricolor, tanto que conseguiu abrir o marcador aos 15 minutos, com Pablo. Mas os gremistas souberam controlar o ímpeto do Atlético e chegar ao gol de empate aos 26′, com Pedro Rocha – Do meio, Michel acionou o camisa 32 na esquerda, que dominou driblando o zagueiro, cortou pra perna direita e chutou cruzado; a bola bateu na trave e morreu no fundo das redes.

O segundo tempo não foi diferente. O Tricolor mandou no jogo, apesar das ameaças da equipe da casa. Aos 24 minutos, em cobrança de falta, o marcador foi ampliado. Luan colocou na área, Pablo cabeceou pra cima e a bola ficou viva na área – no lance, Bressan desviou de cabeça e a bola chegou a Everton, que mandou para o fundo das redes, virando o jogo.

E teve mais! O Grêmio chegou ao terceiro gol com Pedro Rocha, marcando de novo. Em jogada de contra-ataque, Everton deu um grande passe para o camisa 32, que driblou o goleiro e chutou com tranquilidade para o fundo do gol, aos 34 minutos.

No minuto final, Felipe Gedoz descontou para os donos da casa com um gol de falta.

Grêmio classificado e já conhece o seu adversário: enfrenta o Cruzeiro na próxima fase. O sorteio dos mandos de campo ocorrem na segunda-feira, às 11h.

Escalação: Marcelo Grohe, Leonardo Gomes, Bressan, Kannemann, Marcelo Oliveira, Michel, Jailson, Ramiro, Fernandinho, Pedro Rocha e Luan.

Banco: Leo, Edilson, Geromel, Bruno Cortez, Maicon, Kaio, Machado, Arthur e Everton.

O trio de arbitragem foi comandado por Raphael Claus, auxiliado por Danilo R Simon M e Alex Ang Ribeiro.