Prorrogado contrato de arrendamento do terminal portuário de Santa Catarina

Estão previstos investimentos de R$ 141,2 milhões nos quatro primeiros anos

O Porto de São Francisco do Sul (SC) teve o contrato de arrendamento prorrogado até maio de 2046. Estão previstos investimentos de R$ 141,2 milhões nos quatro primeiros anos. O projeto é o primeiro de sete, da segunda rodada do Programa de Parcerias e Investimentos (PPI), a ser assinado.

Em março, o Terminal Portuário de Santa Catarina (TESC) foi qualificado na lista de empreendimentos públicos federais para ter a prorrogação antecipada do contrato.

Para o ministro Maurício Quintella, a renovação antecipada é fundamental para o desenvolvimento econômico e captação, além da melhoria da infraestrutura e serviços de logística do País.

Localizado estrategicamente no Porto de São Francisco do Sul, a proximidade com a rodovia BR-101 permite rápido acesso aos principais grandes centros do Mercosul, conferindo agilidade no fluxo de cargas de importação e exportação.

A assinatura da prorrogação do contrato ocorreu na quinta-feira (27), com a participação do ministro dos Transportes, Portos e Aviação Civil, Maurício Quintella, de representantes do PPI, da Secretaria Nacional de Portos (SNP), da Agência Nacional de Transportes Aquaviários (Antaq) e de diretores do TESC.