Ministro do Trabalho palestra para ABRAMGE-RS em Caxias do Sul

O ministro do Trabalho, Ronaldo Nogueira, é gaúcho de Carazinho

“O Brasil do futuro é o Brasil do emprego”, afirmou o ministro do Trabalho, Ronaldo Nogueira, em palestra realizada nesta sexta (25), em Caxias do Sul/RS. O evento foi promovido pela Associação Brasileira dos Planos de Saúde (ABRAMGE-RS).

O evento contou com a participação de aproximadamente 70 empresários. O ministro destacou os três eixos fundamentais da proposta de modernização: consolidação de direitos, segurança jurídica e geração de empregos. “Nenhum direito do trabalhador foi suprimido. As ações que serão implementadas nasceram do diálogo com representantes dos trabalhadores e dos empregadores”, ressaltou.

Presidente da Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas do Rio Grande do Sul (FCDL), Vitor Koch destacou que o momento é de celebração, pela fase de disrupção do país. “A modernização trabalhista é um marco na história do Brasil e as mudanças geram grande oportunidade de retomada do crescimento. Todos estão afetados pela falta de responsabilidade dos gestores anteriores”, disse. E acrescentou: “A flexibilização do horário de trabalho é algo que há muito esperávamos e uma medida muito eficiente”.

Para o presidente da ABRAMGE-RS, Daniel Coelho, a modernização era necessária e precisa incluir a questão do cumprimento de cotas, pois não há tantas pessoas com deficiência disponíveis no mercado de trabalho. “Esse setor precisa de aprimoramento, temos dificuldade para encontrar profissionais para preencher essas vagas, uma vez que algumas atividades não se encaixam por envolver risco e limitações”, disse.

“Estamos trabalhando no aprimoramento desta legislação, especialmente em casos de funções específicas. A intenção da legislação é de estimular a inclusão, mas é preciso ajustar a proposta e estamos trabalhando nisso para que em 2018 tenhamos mais clareza em relação a essa e outras regras relacionadas à saúde e segurança do trabalho”, destacou o ministro. O vice-presidente da ABRAMGE-RS, Alexandre Salgado, também participou do debate.