Na Alemanha, Sartori visita Stihl, SAP e Fraport

Pelo menos três empresas alemãs que estão ampliando sua presença no Estado neste momento serão visitadas pelo governador José Ivo Sartori nos dias 7 e 8 de setembro. Serão realizadas reuniões com executivos e visitas técnicas nas sedes das empresas Stihl, SAP e Fraport nas cidades de Waiblingen, Walldorf e Frankfurt em busca de novas oportunidades e investimentos para o Estado.

Sartori desembarcou em solo alemão nesta quarta-feira (06) Foto: Luiz Chaves/Palácio Piratini

Referências mundiais nos segmentos em que atuam, com cerca de 120 mil funcionários no mundo (dados de 2016), essas companhias estão ampliando sua presença no Rio Grande do Sul, com investimentos em execução, geração de novos empregos e confiança nos gaúchos.

Sartori concedeu entrevista coletiva aos correspondentes que acompanham a missão, durante embarque no Aeroporto Internacional Salgado Filho. Para o governador, que também espera concretizar novos investimentos, a aproximação fortalece as relações do Estado com essas empresas e reforça os laços culturais, institucionais e comerciais com a maior economia da Europa. No ano passado, as exportações gaúchas para a Alemanha somaram US$ 370 milhões.

“A crise não pode nos paralisar. Precisamos construir a travessia para um tempo de crescimento, o que depende da modernização do Estado e do estímulo ao desenvolvimento. Estamos em boas tratativas para ampliação de investimentos de empresas alemãs que já atuam no Rio Grande do Sul. É o caso da Stihl e da SAP. Também vamos intensificar nosso relacionamento com a Fraport, que vai operar o Aeroporto Salgado Filho”, justificou.

Acompanham o governador na missão à Alemanha o secretário de Comunicação, Cleber Benvegnú, e o secretário-adjunto de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia, Evandro Fontana.

Confira a agenda:

Quinta-feira (7 de setembro)

  • 9h30 (horário da Alemanha): STIHL

A empresa produz ferramentas motorizadas portáteis para os mercados florestal, agropecuário, jardinagem profissional, limpeza e conservação, construção civil e doméstico. Para atender ao mercado global, tem fábricas na Alemanha, Brasil, EUA, Áustria, Suíça e China.

A fábrica de São Leopoldo é a única da América Latina e emprega cerca de 2,3 mil pessoas. A Stihl lidera o mercado brasileiro de ferramentas motorizadas portáteis e tem mais de 3 mil pontos de venda distribuídos pelo país. O governo do Estado tem mantido diálogo com a empresa para viabilizar a ampliação de investimentos no Rio Grande do Sul, onde a empresa também mantém forte vínculo comunitário, com ações sociais.

  • 15h30 (horário da Alemanha): SAP

É líder mundial em sistemas digitais para negócios, softwares analíticos e sistemas derivados. A empresa vem crescendo no Rio Grande do Sul, com destaque na área de inovação.

Localizada no Tecnosinos, iniciou suas atividades em 2009. Em 2012, duplicou a unidade com investimentos de R$ 50 milhões. Em março de 2017, anunciou novo investimento no Estado no valor de R$ 40 milhões, ampliando ainda mais seu Centro de Pesquisa e Desenvolvimento em São Leopoldo, chamado SAP (Labs Latin Amertica). Em 2016, a unidade gaúcha elevou em 25% o número de funcionários, totalizando aproximadamente 800 profissionais em atividade. É a sétima maior entre os Centros de P&D da SAP no mundo.

Portanto, a visita à sede da empresa é uma oportunidade para acompanhar os investimentos que estão sendo feitos pelo grupo e os avanços tecnológicos na área de atuação (softwares empresariais). A SAP emprega cerca de 80 mil pessoas no mundo.

Sexta-feira (8 de setembro)

  • 9h15 (horário da Alemanha): FRAPORT

A empresa que assumiu o aeroporto Salgado Filho em julho de 2017 pagou R$ 382 milhões (montante 211% superior ao valor mínimo de outorga) pela operação. E deverá fazer novos investimentos para cumprir as exigências do contrato de concessão, sendo a principal delas a expansão da pista em mais 920 metros.

É uma das maiores companhias do mundo em gestão de terminais aéreos. Tem cerca de 20 mil empregados em todo o mundo. A Fraport tem sede em Frankfurt, onde administra um dos principais aeroportos e gerencia instalações em mais de 35 locais no mundo.

Relações com a Alemanha

Neste ano, as relações com a Alemanha estão sendo reforçadas com uma série de iniciativas com a participação ativa do governo do Estado. No próximo mês de novembro, o Rio Grande do Sul será sede do Encontro Econômico Brasil-Alemanha (EEBA), organizado pela Federação das Indústrias do Estado do Rio Grande do Sul (Fiergs), em parceria com a Confederação da Indústria da Alemanha (BDI) e a Confederação Nacional da Indústria (CNI). A Fiergs prevê mais de 2 mil participantes em Porto Alegre, sendo mais de 300 empresas alemãs e 1,6 mil brasileiras. Será um importante evento para mostrar a empresas estrangeiras as potencialidades do Estado.

Outro exemplo é a consolidação da parceria com o Medical Valley. Fruto de uma iniciativa do governador ainda em maio de 2015, o projeto de constituição de um cluster no Rio Grande do Sul na área de tecnologias para a saúde envolve 190 empresas gaúchas atualmente.