Novo livro de Direito da FGV aborda justiça no cinema

O novo livro da FGV Direito Rio “O Direito realiza a Justiça?”, escrito pelo professor Rafael Lacerda, é fruto de pesquisa de diversas obras cinematográficas, em busca de exemplos de situações que mostram fatos sobre as dificuldades dos juristas em se aproximar do ideal de justiça.

Relatos Selvagens, Perfume de Mulher, Sociedade dos Poetas Mortos e Ônibus 174 são alguns dos filmes que foram analisados pelo professor e que serviram de base para o livro. Nas 210 páginas, cada filme contém um resumo inicial e um comentário que coloca questões fundamentais sobre justiça.

Segundo Gabriel Lacerda, a pretensão do livro é aguçar o sentimento de justiça dos leitores. “Justiça afinal não se define, não se conceitua, não se ensina – sente-se.”, diz o autor.

O livro aborda o sentimento de justiça que existe em cada pessoa, nas mais diferentes situações, incluindo as injustiças que podem ser cometidas pelo sistema jurídico, que tenta ser sempre justo e perfeito através das leis. Porém, o que vale mais, a racionalidade do que está escrito ou a emoção dos fatos? E qual a influência da sociedade nesse sentimento de justiça nos julgamentos?

Entre os assuntos debatidos no livro estão as limitações dos processos, tabus sociais como religião e sexualidade, a dificuldade de propiciar satisfação à vítima, as fraquezas humanas e a racionalidade.

Na produção da obra, foi utilizada ainda outra experiência didática: trabalhar com alunos no processo de criação de um livro. Além disso, as tarefas comuns a todo o grupo ajudaram a coordenar o fluxo de construção da obra, organizando as contribuições e a respectiva inserção no texto.

Serviço:
Direito realiza a Justiça?

Autor: Gabriel Lacerda
Editora: Lumen Juris
Valor: R$ 56
Páginas: 210