Louvre Abu Dhabi abrirá suas portas em 11 de novembro

Dez anos após o lançamento do projeto, o Louvre Abu Dhabi finalmente abrirá suas portas em 11 de novembro, anunciaram quarta-feira seus promotores que o apresentam como o primeiro museu universal do mundo árabe e um símbolo de tolerância.

O presidente francês Emmanuel Macron deverá participar da inauguração do museu, projetado pelo arquiteto Jean Nouvel na ilha de Saadiyat, na capital dos Emirados Árabes Unidos. Obras de arte, manuscritos e objetos que vão desde o nascimento das civilizações até o presente dia permitirão aos visitantes compreender as influências compartilhadas por diferentes culturas ao longo da história.

A abertura do museu foi adiada várias vezes devido a problemas de financiamento. Mas, desta vez, as coisas parecem fechar e uma conferência de imprensa foi realizada quarta-feira em Abu Dhabi para anunciar a data da inauguração. Este museu é a “resposta conjunta” de Paris e Abu Dhabi em um momento em que “a cultura está sob ataque”, disse a ministra francesa da Cultura, Françoise Nyssen.

O projeto nasceu de um acordo intergovernamental assinado em 2007 entre Paris e Abu Dhabi. Com uma duração de 30 anos, e prevê que a França traga sua experiência, empreste obras de arte e organize exposições temporárias, recebendo em troca 1 bilhão de euros. Deste total, para concessão do nome do Louvre até 2037, trará ao museu parisiense 400 milhões de euros. A construção do museu – um contrato inicialmente estimado em 654 milhões de dólares (582 milhões de euros) – foi financiado por Abu Dhabi dentro de um acordo de cooperação.