Chefs criam evento inédito em Campo Grande para confraternizar culinária regional

A chef Dedê Cesco, uma das idealizadoras do evento.

Bartenders, chefs regionais, internacionais e indígenas farão releituras de pratos e drinks tradicionais, alguns com insetos comestíveis

Chefs sul-mato-grossenses, profissionais da cozinha internacional, indígena e bartenders se reunirão em Campo Grande (MS) para confraternizar a culinária regional, com releitura de pratos tradicionais, incluindo ingredientes exóticos. O evento que recebe o nome “Comitiva dos Chefs” será lançado para chefs e profissionais da imprensa nesta segunda-feira (2), e aberto ao público nos dias 20, 21 e 22 de outubro, nos altos da Afonso Pena, Cidade do Natal, com entrada franca.

“A proposta é apresentarmos uma feira gastronômica a fim de incentivar e difundir a boa gastronomia e reforçar que a culinária regional e o uso de ingredientes exóticos, como insetos comestíveis, podem ser muito mais do que hoje é conhecida por sua população, trazendo em seu bojo, não só a diversidade de ingredientes que a nossa terra proporciona, como também oferecer experiências inovadoras em consumo alimentar”, explica a chef Dedê Cesco, uma das idealizadoras do evento.

Durante a feira os profissionais de cozinha vão apresentar novas misturas e ingredientes inusitados que podem ser aplicados à cozinha tradicional. “Hoje a gastronomia do Estado é composta por mistura de várias contribuições das muitas migrações e imigrações ocorridas, mas a maior parte dela são pratos que o Estado apropriou como seu, e não algo desenvolvido especificamente para compor a história gastronômica, que traga consigo a diversidade de ingredientes que a nossa terra proporciona, além de experiências exóticas em consumo alimentar. Apresentaremos tudo isso, com algumas pitadas inusitadas”, pontua o tamém realizador do evento, Marcílio Galeano.

O evento propõe motivar que o mercado gastronômico do Estado reflita sob sua responsabilidade diante da criação e manutenção de uma gastronomia regional, em que cada pessoa é importante nessa construção. “Além disso, queremos apresentar à população que a nossa gastronomia é muito mais rica que o arroz carreteiro e o churrasco e que, pode sim, ser requintada”, completa Galeano.

Serão convidados chefs para ministrar oficinas de culinária gratuitos, e os pratos apresentados deverão levar ingredientes regionais ou ingredientes exóticos, como insetos comestíveis. O público poderá participar de uma enquete que apontará o prato mais saboroso do Comitiva dos Chefs 2017.

Além disso, durante a Comitiva dos Chefs os profissionais e restaurantes da região vão incentivar e difundir a culinária local em um espaço aberto, com praça de alimentação, aulas show e apresentações musicais.