ACIST-SL assina cooperação técnica com a CACB

Presidente da ACIST-SL, Leandro Hilbk e Tamara Aranchipe, coordenadora estadual do Empreender e de filiadas da Federasul

As atividades continuadas e com excelentes resultados motivaram a assinatura do convênio Empreender Convencional de Cooperação Técnica e Financeira entre a ACIST-SL e a Confederação das Associações Comerciais e Empresariais do Brasil (CACB), cujo objetivo é incentivar os projetos desenvolvidos pelos núcleos Mulheres Empreendedoras e de Jovens Empresários desenvolvidos com o apoio da Associação. O convênio, que está em vigência desde outubro e encerra em março de 2018, foi oficializado pelo presidente da ACIST-SL, Leandro Hilbk e por Tamara Aranchipe, coordenadora estadual do Empreender e de filiadas da Federasul. “Este convênio é o reconhecimento do excelente trabalho que a equipe da ACIST-SL está fazendo em favor do desenvolvimento das empresas locais”, comemora Leandro. A opinião é reforçada por Tamara, ao afirmar a importância de projetos que visam à capacitação das micro e pequenas empresas para seu crescimento. A Federasul atua como interveniente do convênio.

Com o suporte técnico e financeiro, a ACIST-SL poderá promover uma série de ações voltadas ao empreendedorismo, como palestras, cursos, encontros, dentre outros, que geram o crescimento das empresas integrantes dos núcleos. A entidade também irá disponibilizar sua infraestrutura e suporte administrativo para a execução das mesmas.

Maiara Fangueiro, gerente executiva da ACIST-SL, explica que o Programa Empreender, criado pelas Associações Empresariais de Joinville, Blumenau e Brusque em parceria com Câmara de Artes e Ofícios de Munique e Alta Baviera, da Alemanha, é atualmente gerido no Brasil pela CACB e Sebrae Nacional, promove o associativismo e o crescimento empresarial por meio da organização das MPEs em Núcleos Setoriais. “E, em consequência, estimula o desenvolvimento de um município ou de um território ao identificar setores e segmentos econômicos estratégicos com potencial de crescimento”.

Conforme levantamento da ACIST-SL, São Leopoldo tem 37 empresas mobilizadas através do Programa Empreender. Além dos núcleos Mulheres Empreendedoras e Jovens Empresários, também estão em atividade os núcleos de Corretoras de Serviços e de Contabilistas. No Rio Grande do Sul, apenas 45 municípios foram habilitados para receber a metodologia do Programa Empreender.