São Leopoldo sedia encontro de educação popular do SUS

Mais de 400 agentes de saúde de todo o Rio Grande do Sul lotaram o auditório Padre Werner, na Unisinos, para a Mostra Estadual de Educação Popular em Saúde, o EdPopSUS. Organizado pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), o EdpopSUS busca a formação de agentes comunitários de saúde e agentes de vigilância em saúde.

O encontro de hoje (10) marcou o encerramento da formação estadual. Dez polos estiveram presentes: Rio Grande, Ijuí, São Martinho, Passo Fundo, Porto Alegre, Osório, Santa Cruz, Caxias do Sul, São Leopoldo e Campo Bom.

De acordo com o secretário da Saúde Fábio Bernardo da Silva, a qualificação trouxe uma nova abordagem para o diferente. “Foram 5 meses de encontros semanais que trouxeram um novo olhar para as diversas realidades que temos no nosso município, valorizando o ser humano por meio da saúde preventiva e da atenção básica”.

O educador Jorge Sena, responsável pelo curso em São Leopoldo, alertou para o desmonte que a saúde está passando. “Vivemos num momento de destruição da política de atenção básica pelo governo federal. Encontros como esse servem para tomarmos posição. A educação popular é libertadora. O SUS está ameaçado”, ressaltou. Na sequência, o professor de Saúde Coletiva da Ufrgs, Alcides Miranda, falou sobre gestão. Após as plenárias e encaminhamentos, a mostra se encerrou no final da tarde com o Cortejo Artístico da Educação Popular.