Feira do Livro de Novo Hamburgo começa na segunda-feira, dia 20

Programação diversificada marca a Feira do Livro de Novo Hamburgo, que ocorrerá na Praça 20 de Setembro, no Centro da cidade

Foto: Arte/Divulgação

Faltando menos de uma semana para começar a 35ª Feira Regional do Livro de Novo Hamburgo, realizada pela Secretaria Municipal da Cultura (Secult) e a Secretaria Municipal da Educação (Smed) na Praça 20 de Setembro a partir do dia 20 deste mês, já tem sua programação definida. Com diversas atividades que atendem a todos os públicos, a proposta do encontro literário vai de acordo com a temática “Encontro de Todas as Cores”, com apresentações culturais e bate-papos que terão como assunto a diversidade cultural e discussões sobre pluralidade e momentos que compartilham a multiplicidade de experiências.

Entre os destaques da extensão programação da Feira, no dia 20, a partir das 19 horas, ocorrerá o encontro com a historiadora Magna Lima Magalhães com o tema Associativismo Negro no Rio Grande do Sul, no Palco Literário. Após, às 20 horas, a Orquestra de Sopros de Novo Hamburgo fará a abertura oficial do evento, no Palco Lourival Pereira. Já no dia 21, às 9h30 o Palco Lourival Pereira receberá o espetáculo teatral “É Proibido Miar”, da MA Companhia, teatro infantil estruturado com acessibilidade e voltado à inclusão. Às 19 horas, ocorrerá o encontro com a autora Guacira Lopes Louro, com o livro Flor de Açafrão. No dia 22 o artista Arthur de Faria participará do Talk Show no palco Lourival Pereira. Já no dia 21, o mesmo palco recebe o músico e compositor Nei Lisboa. O encerramento da Feira, no dia 26, fica por conta do espetáculo teatral “O Quarto Sinal”, com o ator e patrono do encontro literário, Lourival Pereira e o ator Artur de Oliveira.

MOMENTOS

Durante os sete dias de Feira a programação será formada por atividades que serão realizadas em espaços e momentos organizados para atender a diversidade de públicos e assuntos:

  • Espaço Hora do Conto: Atividades voltadas ao público infantil, em espaço lúdico. Todas as sessões durante a feira serão realizadas por um mesmo grupo, que protagonizara diferentes histórias sobre o tema da feira. Histórias como “De Todas as Cores” e “Rapunzel” estão incluídas nas contações de histórias.
  • Encontro com o Autor: Momento de encontro entre os autores e o público infantil e juvenil, proporcionando a aproximação e interação dos participantes com o escritor.
  • Narrativas Literárias: A partir de encontros mediados, a atividade proporcionará o debate sobre a pluralidade, a multiplicidade e a diversidade presentes na literatura.
  • Apresentações Artísticas: A programação artística da Feira integrará diferentes linguagens artísticas, como apresentações musicais, dança e teatro.
  • Happy Hour: Momentos de encontros com apresentações de músicos locais.
  • Talk Show: Atividade em que o artista leva ao público o seu trabalho musical e sua relação com a literatura.

A FEIRA

Com o tema Encontro de Todas as Cores, a 35ª Feira Regional do Livro de Novo Hambugo será realizada entre os dias 20 e 26 de novembro. Promovida pela Secretaria Municipal de Cultura (Secult) e da Educação (Smed), o encontro literário contemplará a multiplicidade de vozes e ideias, usando da literatura como ferramenta de aproximação. As cores e a pluralidade do município tomarão conta da Praça 20 de Setembro através de bate-papo com autores, palestras, oficinas e apresentações.

Para o secretário da Cultura, Ralfe Cardoso, além do trabalho em parceria com a Smed, a Feira leva para a sociedade hamburguense um momento de aproximação. “A feira volta para a Praça 20 porque entendemos que os espaços devem ser ocupadas de forma positiva, mais perto da comunidade. A temática deste ano também é um encontro de todas as linguagens, de tudo que é possível, porque vem trazer o que somos enquanto cidade como podemos contribuir no compartilhar estas experiências e diferenças para as questões positivas”, explica. Já Lourival Pereira, patrono do encontro literário, destaca a variedade de ações durante a Feira. “A proposta é ir além dos livros e ter outras formas de manifestações. Fico contente com essas ligações que o evento vai proporcionar”, comenta.

Já a secretária da Educação, Maristela Guasselli, a Feira também é um evento importante para a comunidade escolar do município. “É mais uma oportunidade para trabalhar a com a escrita dentro das escolas, além das palestras que desenvolvem e motivam a leitura, a arte e a participação na cultura”, destaca. Maristela ainda explica que ônibus estarão disponíveis para todas as escolas da rede municipal para transportas os alunos até a Feira.

Com o objetivo de apresentar diferentes trajetórias e sensações da diversidade cultural, o evento também abrirá espaço para as discussões sobre pluralidade e a multiplicidade de experiências.