Notícias

Campanha mundial alerta para violência contra mulheres e meninas de todas as idades

O dia 25 de novembro, data que marca o enfrentamento da violência contra as mulheres em todo o mundo, corresponde também ao início da campanha 16 dias de ativismo. Durante o período, que vai até 10 de dezembro — dia Internacional dos Direitos Humanos — são denunciadas e discutidas todas as formas de violência contra a mulher.

Desde sua primeira edição, em 1991, a campanha já conquistou a adesão de cerca de 160 países e, neste ano, tem como lema “Não deixar ninguém para trás: acabar com a violência contra mulheres e meninas”. “Acho que esse tema vem nos rastros de campanhas observadas nos últimos anos, e traz a ideia de que temos que proteger todas as mulheres e meninas da violência. Por meio de políticas públicas, devemos fazer com que o direito à vida e à liberdade se concretizem para todas”, afirma a assessora da ONU Mulheres Wânia Pasinato.

As discussões em torno do tema buscam atender a um dos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS) das Nações Unidas: Alcançar a igualdade de gênero e empoderar todas as mulheres e meninas. “Nós precisamos retomar o caminho das nossas políticas públicas de enfrentamento à violência, com o compromisso de não perder mais vidas de mulheres e meninas por conta de uma violência que ocorre no ambiente doméstico familiar e doméstico e é, em parte, evitável”, reforça Wânia.

Tags

Artigos relacionados

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios