Casa de Cultura recebe a exposição de Cianotipia da UFRGS

A Casa de Cultura Mario Quintana recebe no dia 7 de dezembro a exposição coletiva “Herdeiros de Herschel: revelando o azul através de hibridações, apropriações e diversidades”. A inauguração ocorre às 19h, no Laboratório de Fotografia (3º andar da CCMQ), e pode ser visitada até o dia a exposição fica aberta para visitação do dia 8 de dezembro até o dia 14 de janeiro de 2018. A entrada é gratuita.

A exposição é organizada pela professora Andréa Brächer, do Instituto de Artes da UFRGS e pelo Grupo Lumen, com apoio da Faculdade de Biblioteconomia e Comunicação (FABICO) da UFRGS. A proposta é mostrar o uso contemporâneo da cianotipia – técnica histórica da fotografia desenvolvida em 1842 por John Herschel, que tem como característica a cor azul.

Cada artista procurou em seu próprio repertório de imagens interpretar ora o significado do azul, ora a diversidade de materiais em que a técnica é possível de ser aplicada. A coletiva oferecerá ao visitante oportunidade de ver trabalhos sobre papel de algodão, papel vegetal, tecido e azulejo. Há também objetos tridimensionais como um fotolivro, móbile e dois vestidos.

Participam da exposição as professoras de fotografia e pesquisadoras Andréa Brächer (coordenadora do Grupo e curadora da exposição – do Instituto de Artes/UFRGS), Dani Remião (IFRS), Jociele Lampert (UDESC), Jussara Moreira (FEEVALE), Myra Gonçalves (FEEVALE), Ruth Sousa (UnB) e Sandra M L Pereira Gonçalves (FABICO/UFRGS). No grupo também estão alunos graduandos da UFRGS: Fernando Ferreira, Gisele Endres, Jezabel Katz, Marcelo Ripoll, Natália Goedtel Medeiros, Victoria Terres.

SERVIÇO
Exposição Coletiva Herdeiros de Herschel: revelando o azul através de hibridações, apropriações e diversidades.
Inauguração: 7 de dezembro | 19h
Visitação: 7 de dezembro de 2017 a 14 de janeiro de 2018.
Onde: Laboratório de Fotografia | 3° andar da CCMQ