Artesanato mineiro é destaque em documentário que o Curta! exibe nessa sexta-feira

A arte que vem do barro e a influência da terra na cultura e na vida dos moradores da região de Veredas, no Vale do Jequitinhonha, em Minas Gerais, entra em destaque na Sexta da Sociedade, 8, às 22h30. O Curta! apresenta o documentário “Do pó da terra”. O filme é a estreia do fotógrafo Maurício Nahas como diretor de cinema e revela o cotidiano de 12 ceramistas, na maioria mulheres, que encontram no artesanato sua sobrevivência e também sua identidade. Nahas apresenta as trajetórias individuais que formam a coletividade cultural da região e a levam até o exterior, como Izabel Mendes da Cunha, a primeira artesã do Jequitinhonha a ter seu trabalho reconhecido fora do país.

SEXTA DA SOCIEDADE

Do Pó da Terra (Documentário)

Muitos rótulos e pré-conceitos já estiveram ligados ao Vale do Jequitinhonha, em Minas Gerais, região de veredas, com artistas que transformam nacos de terra em universos de fantasia. Homens e mulheres, tingidos de barro, maltratados pelo vício, explorados pela ganância, subjugados pela própria sorte, resistentes, guerreiros que desafiam todo dia os inúmeros números cruéis das estatísticas públicas. A resignação dessas pessoas vem do pó da terra que um dia gerou o homem, que um dia manchou o rio, que um dia criou obras de arte. “Do Pó da Terra” retrata a vida dessa gente, desse lugar, do qual já ouvimos falar um dia, ao longe; do qual já esbarramos ao acaso no telejornal; do qual já sentimos piedade à distância.

  • Diretor: Mauricio Nahas
  • Duração: 77 min
  • Estreia: 08 de dezembro, sexta-feira, às 22h30.
  • Classificação: Livre.
  • Horários alternativos:
  • Dia 09 de dezembro, sábado, às 2h30 e às 9h;
  • Dia 10 de dezembro, domingo, 20h;
  • Dia 11 de dezembro, segunda-feira, 16h30.