Prefeito em exercício apresenta programa para atender celíacos

Lei assegura atendimento multidisciplinar nas unidades públicas de saúde

O prefeito em exercício, Cássio Trogildo, apresentou nesta terça-feira, 12, à vice-presidente da Associação de Celíacos do Brasil – Rio Grande do Sul (Acelbra-RS), Ester Benatti, a Lei 14.343, que cria o Programa de Assistência à Pessoa Portadora de Doença Celíaca em Porto Alegre. De autoria de Trogildo, a proposição, que foi sancionada em novembro, assegura ao celíaco o atendimento multidisciplinar nas unidades públicas de saúde da Capital, principalmente às pessoas com menos de 18 anos e aos idosos em estado de desnutrição. “Agora, vamos trabalhar pela implementação do programa”, disse Trogildo, ressaltando a importância da atenção aos celíacos. A estimativa é que entre 1% e 3% da população brasileira seja acometida pela doença, conforme o Ministério da Saúde.

O prefeito em exercício, Cássio Trogildo, recebeu nesta terça-feira, 12, à vice-presidente da Associação de Celíacos do Brasil – Rio Grande do Sul (Acelbra-RS), Ester Benatti — Foto: Helena Rocha/PMPA

De acordo com a lei, a família da pessoa portadora de doença celíaca deve ter acesso a programas assistenciais na cidade, desde que comprovada a insuficiência financeira para suprir as necessidades básicas de alimentação. Está previsto ainda o acesso do portador da doença celíaca à merenda escolar adequada em creches e escolas públicas municipais, e a elaboração de cartilhas explicativas sobre a doença e os cuidados necessários para a correta adesão à dieta e ao preparo dos alimentos.

Outras iniciativas contemplam o incentivo à pesquisa da doença celíaca, cursos de preparação de alimentos isentos de glúten, e produção de materiais específicos voltados para hotéis, bares, restaurantes e similares, seminários e treinamentos, além da criação de um cadastro quantitativo para apurar a incidência da doença em Porto Alegre.

Presente ao encontro, o secretário da Saúde, Erno Harzheim convidou a representante da entidade para participar da ação Prefeitura nos Bairros a fim de difundir informações sobre a doença celíaca nas comunidades. Acrescentou que, junto com entidades, a secretaria vai trabalhar na criação de um selo que ateste o produto livre de glúten em estabelecimentos comerciais e restaurantes.