Câmara devolve economias ao Executivo Municipal

O prefeito Nelson Marchezan Júnior e o presidente da Câmara Municipal, vereador Cássio Trogildo, assinaram nesta terça-feira, 19, termo que permite a devolução de R$ 9,4 milhões aos cofres da prefeitura. É o segundo repasse que o Legislativo faz neste ano, totalizando R$ 24,4 milhões. Outros R$ 15 milhões haviam sido devolvidos no final de novembro. O encontro ocorreu no Salão Nobre Dilamar Machado, na sede do Legislativo. Os recursos são provenientes de economias realizadas pela Câmara Municipal.

Marchezan e o presidente do Legislativo, Cássio Trogildo, assinaram termo — Foto: Joel Vargas/PMPA

Conforme Trogildo, a Câmara faz sua parte ao devolver valores que foram economizados. “Temos certeza que os valores devolvidos vão contribuir para minimizar as dificuldades pelas quais passa o Executivo. Esperamos, ainda, que em 2018 a Casa possa continuar contribuindo com a prefeitura”, disse. Em dois anos, ressaltou, o Legislativo deixou de usar R$ 46,6 milhões.

Marchezan agradeceu a iniciativa e disse que a economia do Município neste ano já é da ordem de R$ 500 milhões. Segundo ele, o ingresso de recursos do Legislativo contribui para o pagamento da folha de dezembro e de fornecedores. “É fruto de um esforço coletivo junto com os vereadores

Convênio – Na ocasião, foi assinado decreto que prevê a cedência de servidores ao Legislativo. O acordo tem vigência até 31 de dezembro de 2020, e seu efeito é retroativo a 1º de janeiro de 2017.

Estiveram presentes o vice-prefeito Gustavo Paim, secretário de Planejamento e Gestão, José Alfredo Parode, o vereador João Carlos Nedel e o vice-líder do governo na Câmara, vereador Luciano Marcantônio.