Movimento concretista: ideais opostos a subjetividade e simbolismo

Classificado como movimento vanguardista, o concretismo, como em outras escolas artísticas, ocorreu e ainda tem grande influência nas artes plásticas, arquitetura, música e poesia. Surgiu na década de 50 e teve seu auge até a década de 60.
A arte concreta é compreendida como parte do movimento abstracionista moderno, com raízes em experiências como a do grupo De Stijl “O Estilo”, criado em 1917, na Holanda por Piet Mondrian, Theo van Doesburg, Gerrit Thomas Rietveld entre outros.
Os princípios do movimento afastam da arte qualquer conotação lírica ou simbólica. O concretismo é defendido por seus seguidores como algo que vai além do abstracionismo, já que não existe nada mais concreto e real que uma linha ou uma cor ou uma superfície.
Inspirados pelo movimento, a By Kamy, principal grife de tapetes do Brasil, traz nova coleção. Conforme os ideais opostos a subjetividade e simbolismo, os tapetes não se propõem a representar nada além de sua própria beleza estética e suas formas bem definidas, que proporcionam uma ilusão de tridimensionalidade.
O cuidado da tecelagem à mão, assim como o tingimento natural da lã, usada no seu estado mais rústico torna cada peça única, carregando uma preocupação especial que se aproxima da arte não apenas no conceito, mas também no processo de criação e desenvolvimento.

Coleção Kilim Concretista
Produção: Feita à mão.
País de origem: Paquistão
Medidas: 2,06m x 1,63m ou 2,00m x 1,54m ou 2,10m x 1,56m
Material: 100% Lã