Amenize os contratempos de ter coxas grossas

Assaduras, suor na virilha e manchas são problemas comuns enfrentados por quem tem coxas grossas. A Vagisil aponta os 5 problemas comuns e dá dicas de soluções. Veja:

Caminhar pode ser uma tortura
Caminhar à beira mar ou “bater perna” fazendo compras pode ser uma delícia, mas não se as donas de pernas grossas estiverem de vestido, saia ou short curto. Perna vai e perna vem, uma coxa rala na outra e o resultado é uma dolorida assadura que incomoda até mesmo para tomar banho.

Dica: para evitar esse incômodo, principalmente no verão, use produtos e acessórios que funcionam a seu favor, como short antiatrito ou cosméticos que formam películas protetoras a fim de evitar a assadura.

Suor na virilha e região íntima é comum! não precisa ter vergonha
No verão, com o aumento da temperatura, o suor fica mais intenso. Você sabia que na área íntima temos o mesmo número de glândulas sudoríparas que há nas axilas? Um estudo realizado pela Vagisil aponta que 8 em cada 10 mulheres não sabem. Por isso, quando o suor é produzido no corpo, a região íntima acompanha. Além disso, é importante esclarecer que, além da região vaginal, o odor pode ser também da própria virilha, que além de ter as glândulas de suor, fica numa região bastante abafada. Apesar do suor e o odor da transpiração serem normais, não precisamos conviver com eles!

Dica: para prevenir odores é preciso adotar hábitos que proporcionam conforto e frescor na área íntima, como o uso do sabonete íntimo no banho e do desodorante íntimo após o banho. Para manter a sensação de frescor na região e prevenir eventuais odores ao longo do dia, o desodorante é uma solução prática e rápida. Mas atenção, ao procurar um desodorante intimo certifique-se de escolher marcas conhecidas, testados ginecologicamente, hipoalergênico, sem álcool, bactericidas ou antitranspirantes. O Vagisil tem tecnologia Odor Block (prevenindo a formação de odores) e pode ficar sempre na bolsa para ser aplicado quando quiser se sentir mais fresquinha.

Costureiras nos salvem!
Muito além dos cuidados com a saúde, ter coxas grossas também é um desafio dentro dos provadores, já que encontrar calças que passem pelas pernas e se ajustam também perfeitamente ao quadril e cintura é praticamente impossível.

Dica: os modelos de calça jeans que contém elastano costumam ser menos desafiadores na hora de vestir. Outra dica de ouro é ter uma boa costureira para ajustar o tamanho dos quadris e cinturas, para equilibrar com o das pernas.

Manchas, NÃO!
Outro problema comumente enfrentado (e pouco falado) por quem tem pernas grossas é o aparecimento de manchas entre as pernas, causadas pelo atrito contante. Nesse caso, é melhor prevenir do que remediar, usando as dicas para evitar os atritos e assaduras.

Dica: se já têm manchas, avalie usar um cosmético para amenizar o escurecimento.

Adeus calças e shorts
Se tem uma coisa que as pessoas de pernas grossas concordam é que as calças e shorts possuem tempo de vida curtos, principalmente os que são eleitos favoritos. Mais uma vez, o atrito entre as pernas é o grande vilão e acaba por desgastar o tecido, causando, com o tempo, o fatídico rasgo entre as pernas.

Dica: reforçar a costura no meio das pernas em tecidos fáceis de rasgar é uma boa prevenção. Para preservar a peça, deixe sua calça favorita (e mais cara!) separada para ocasiões especiais e tenha algumas “para bater”.