Esportes

Atacante Roger e lateral Ruan reforçam Inter para 2018

Dois dos atletas contratados pelo Internacional para a temporada 2018 foram apresentados como reforços durante a manhã desta quarta-feira (03/01) pelo vice-presidente de Futebol do Clube, Roberto Melo. O atacante Roger, ex-Botafogo, define sua chegada ao Colorado como especial: “É o ápice da minha carreira. Estou muito feliz. Não tenho dúvida que foi a melhor escolha que fiz esta de defender esta camisa, este time pelos próximos dois anos”. Já o lateral-direito Ruan, que defendeu o Boa Esporte em 2017, também declarou estar contente com a transferência ao Clube do Povo: “A expectativa é das melhores. Todo jogador sonha chegar a um grande clube, e hoje estou aqui, vestindo esta camisa de muita tradição. Pretendo honrá-la ao máximo”.

galeria foto 616f815ec5bece0305fe994fa89679b9 - Atacante Roger e lateral Ruan reforçam Inter para 2018

O vice-presidente de Futebol do Internacional, Roberto Melo, festejou a qualidade das opções de ataque da equipe, ao apresentar Roger: “É um jogador que agrega qualidade ao grupo. Ano passado fez muitos gols. Vai nos trazer coisas boas. Foi querido por onde passou. O Inter talvez seja a única equipe no futebol brasileiro que tenha dois centroavantes com condições de ser titular. Tenho certeza que a torcida vai reconhecer o jogador de brio que é, de personalidade, um centro-avante que acima de tudo sabe fazer gols”. Sobre Ruan, o vice-presidente Roberto Melo enalteceu as qualidades do atleta, de 22 anos, e lhe desejou êxito no Clube: “Desejo todo sucesso, que tu honres esta camisa. Cada vez que a botar, deixei a vida em campo. Tenho certeza que tu vais fazer isso”.

Roger sobre esta oportunidade de defender as cores do Inter: “É o ápice da minha carreira. Dois anos atrás pensei em parar (de jogar). As coisas não estavam se encaixando. Depois minha carreira voltou a decolar, os gols voltaram a sair. A experiência também tem feito a diferença. Estou muito feliz. Não tenho dúvida que foi a melhor escola que fiz esta de defender esta camisa, este time pelos próximos dois anos. Conquistar, um time como o Inter tem que conquistar, tem que ganhar títulos. Tenho que fazer gols. É isto que vim fazer aqui: dar alegria a este torcedor”.

O atacante, de 32 anos, também projetou a concorrência no setor ofensivo: “Chego tranquilo para disputar posição. Sei que hoje o Leandro Damião é o titular, tem uma história linda no clube. É um artilheiro, tem o carisma de todo mundo. Eu venho para ajudar, para trazer mais experiência. Claro, todos querem ser titulares, todos os jogadores vão buscar a titularidade, e eu não sou diferente, mas sempre respeitando quem está aqui, quem trouxe o Inter de volta à Série A, quem reconstruiu o Inter até aqui. Disputar, só assim vamos fazer um Inter muito forte”.

O atacante Roger comentou sobre o ambiente que encontrou no Inter: “Estamos montando grupo maravilhoso, com jogadores com fome, com desejo de conquistar, de avançar, fazer história. Isto faz toda a diferença. Este é o caminho. Estamos aqui para trazer experiência, força. Acredito que estamos no caminho certo, montando um grupo com jovens, com experientes, com um treinador com fome. Vai ser um grande ano”.

galeria foto df3b2cad6b2f1392531ae6c43dbdf0ad - Atacante Roger e lateral Ruan reforçam Inter para 2018

Já o lateral-direito Ruan disse estar cumprindo um objetivo a chegar a um clube como o Internacional: “A expectativa é das melhores. Todo jogador sonha em chegar a um grande clube, e hoje estou aqui, vestindo esta camisa de muita tradição. Pretendo honrá-la ao máximo”.

O defensor também elencou algumas de suas características de jogo: “Sei ir bem na frente, chegar ao fundo com velocidade. Tenho força, marcação. Venho adquirindo isto a partir do trabalho”.

O atleta, de 22 anos, ainda ressaltou estar encantado com a estrutura do Clube: “Quando recebi o telefonena para vir para cá, não imaginava isso tudo. Eu puder ver no jogo que atuamos aqui contra o Inter, pelo Boa Esporte, ao entrar no campo a massa, o calor da torcida. O adversário sente isto na pele, no campo. A ficha está caindo devagar”.

Fotos: Ricardo Duarte

Artigos relacionados