Cia. Municipal de Dança de Caxias do Sul apresenta novos integrantes

A Unidade de Dança, vinculada à Secretaria Municipal da Cultura de Caxias do Sul (SMC), promoveu um processo seletivo para novos bailarinos da Cia. Municipal de Dança na última quinta-feira (11/01). Dos 27 candidatos inscritos, 21 participaram da audição. A partir de critérios técnicos, uma banca avaliadora e a equipe de coordenação da Cia. selecionaram 10 bailarinos e dois estagiários.

Durante a audição, os candidatos participaram de aulas de ballet clássico com a assistente de coordenação artística, Adriana Menegat, e de dança contemporânea com a coordenadora artística da Cia., Andrea Spolaor. À tarde, os bailarinos fizeram apresentações solo e participaram de uma entrevista.

“A audição foi linda e surpreendente. Corpos diversos, estéticas diversas, discursos diversos e uma certeza: fizemos nosso melhor para levantar o novo elenco da Cia. Municipal de Dança. Mais do que bons bailarinos, precisamos de boas pessoas, revolucionários, mas não rebeldes, um elenco que queira não só receber novas experiências, mas dar à companhia e à cidade de Caxias do Sul novas perspectivas”, contextualiza Andrea.

Ainda de acordo com a coordenadora, a seletiva foi proposta com o objetivo de construir uma equipe alinhada com o pensamento contemporâneo que busca compartilhamento, senso de grupo, pensamento político e consciência de uma missão maior que o mundo individual.

Aprovados

  • – Akácio Camargo
  • – Alceu Wanderlei Valim de Lima Junior
  • – Anna Liz Dos Santos Debetio
  • – Assaury Hiroshi Gonçalves
  • – David da Cruz da Silva
  • – Dennis Oliveira
  • – Jenifer Bonho Zardo
  • – Júlia Poletto
  • – Paula Giusto
  • – Pedro Coelho
  • – Tábata Faé (assistente de coordenação da Escola Preparatória de Dança e também bailarina)
  • – Anna Claudia Pereira (bailarina-estagiária)
  • – Michael de Vargas (bailarino-estagiário)

Cia. Municipal de Dança
A Cia. Municipal de Dança de Caxias do Sul foi criada em julho de 1997. Desde então, segue vinculada à SMC. É a primeira companhia oficial do Rio Grande do Sul. O grupo experimenta linguagens diversas por meio do contato com coreógrafos nacionais e estrangeiros. Tem como finalidade comum a ampliação do vocabulário da dança contemporânea, resgatando e cultivando as manifestações artístico-culturais como forma de expressão.