CASANEWS

Clami apresenta móveis em palhinha com traços modernos

 

De origem indiana, a palhinha conquistou o coração de nobres no século XIX com suas tramas abertas, que proporcionavam uma sensação de frescor sem perder a elegância. Tornou-se um sucesso que perdura até os dias atuais. Também chamada de “palha de Viena”, por ter se tornado conhecida na cidade austríaca, a palhinha popularizou-se com as cadeiras Thonet, as primeiras a serem vendidas em larga escala. Não apenas por suas perfeitas curvas em madeira feitas por Michel Thonet, mas por ser econômica, clássica e funcional, graças à palhinha.

Quando trazida para o Brasil no século XX, a matéria-prima foi considerada perfeita para o clima tropical, mas se popularizou mesmo na década de 1950, tornando-se uma queridinha no país, muito usada em sofás e cadeiras da época. Atualmente, o elemento passou por reinvenções que dão um toque contemporâneo ao modelo clássico com outras opções de mobília além de cadeiras, por exemplo. A Clami traz a leveza já conhecida da palhinha, mas repaginada com um toque de modernidade em seus produtos. Confira algumas opções disponíveis na loja:

clami - Clami apresenta móveis em palhinha com traços modernos

  1. Cadeira Wing, de Adolini+Simonini;
  2. Banco Tibet de um lugar, assinado por Eduardo Bortolai;
  3. Banco Tibet de três lugares, também do designer Eduardo Bortolai;
  4. Banqueta Zig assinada por Tadeu Paisan;