DestaqueRS

Aorta Simpósio 2018 acontece de 24 a 26 de maio em Porto Alegre

A doença cardiovascular é a maior causa de mortalidade, hoje, tanto nos países desenvolvidos como naqueles em desenvolvimento. As mudanças do estilo de vida impostas pela industrialização e urbanização aliadas a hábitos alimentares inadequados, ao tabagismo, ao estresse e ao aumento da expectativa de vida são responsáveis pela crescente incidência de enfermidades cardiovasculares. No Brasil, essas doenças são responsáveis por cerca de 29% dos óbitos. E, as lesões da aorta provocam uma parcela significativa dessas mortes, predominando as dissecções e os aneurismas.

Lesões na aorta

Dados indicam que as afecções aórticas ocupam a 13ª posição no ranking de causas mais frequentes de mortalidade  nos países do Ocidente. Algumas pesquisas, nos Estados Unidos, afirmam haver registro anual de 15.000 – 30.000 vítimas fatais.  Já outros levantamentos americanos garantem que esses números podem chegar entre  43.000 a 47.000 óbitos por ano. No Brasil, que não tem muitos dados, os apontamentos não devem ser muitos diferentes. A previsão é de dobrar aqui, ano a ano, o  aparecimento de doenças na aorta em  pacientes na faixa etária de 65 a 80 anos. Ou seja, os casos vão ser, cada vez mais, comuns.  Se não forem adequadamente tratados, muitos pacientes vão morrer em decorrência desses males.

A aorta é a mais importante artéria do corpo humano. Começa no coração e termina à altura da quarta vértebra lombar, onde se divide nas artérias ilíacas comuns. Absorve o impacto de bilhões de batimentos cardíacos e distribui milhões de litros de sangue pelo corpo todo. Seu calibre normal é de cerca de 2 cm de diâmetro.

Aorta Simpósio 2018

Buscando abordar prevenção, diagnóstico e tratamento mais eficazes, ocorre, de  24 a 26 de maio,  no Hotel Sheraton (Rua Olavo Barreto Viana,18), em Porto Alegre, o Aorta Simpósio 2018. O presidente do evento científico cirurgião cardiovascular gaúcho Eduardo Keller Saadi convidou uma seleção mundial de especialistas formada por 20 experts de países que se destacam no estudo e no tratamento das doenças aórticas. Da Holanda, vem Hence Verhagen; da Alemanha, Eric Verhoeven e Giovanni Torsello e, da Argentina, Mariano Ferreira. Os Estados Unidos estão representados por quatro médicos – Gustavo Oderich, Joseph Coselli,Mark Farber e William Quiñones –  e, ainda, por 12 profissionais da Clínica Mayo. Fazem parte do quadro de palestrantes do Aorta Simpósio 2018, 49 profissionais brasileiros de vários estados. Cerca de 300 participantes que efetivamente atuam nesta área são esperados para o fórum científico sobre a aorta.

Dia 24 – Atividade pré evento – Simpósio da Mayo Clinic

Dias 25 e 26 –Aorta Simpósio 2018

 

Mais informações e inscrições: www.aortasimposio.com.br

Tags

Artigos relacionados

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios