CASANEWS

Piso de cimento queimado na área externa ou interna

A mistura de cimento, areia e água parece simplória, mas rende um acabamento versátil, que pode ser usado como revestimento em vários ambientes, do piso ao teto, internos ou externos. E o melhor de tudo: com um belo resultado! Conhecido como cimento queimado, a arquiteta Ana Yoshida, do escritório Ana Yoshida Arquitetura de Interiores, em São Paulo, aposta na técnica nos projetos que realiza. E o acabamento sempre cumpre a proposta de tornar os ambientes modernos, sem perder a neutralidade pedida pelos moradores.

Quando aplicado no piso de áreas externas, o revestimento cimentício requer alguns cuidados especiais para evitar transtornos após a aplicação, como desgastes, acidentes com nivelamento e acabamento diferente do desejado. Abaixo, a profissional elenca pontos importantes para quem pensa em investir no cimento queimado:

Quais cuidados tomar na aplicação do cimento queimado na área externa?
É recomendado que seja utilizada juntas de dilatação largas e, se possível, com material aderente. Para evitar acidentes, uma boa dica de segurança é garantir um espaçamento máximo de 60 cm.

Como evitar que o piso fique muito escorregadio?
Em áreas externas, o piso deve ser apenas alisado, e não queimado, para evitar que fique escorregadio. Ainda assim, o efeito final continua bastante parecido com o do cimento do queimado.

Há alguma ressalva?
É relevante verificar se o contrapiso onde o acabamento será aplicado está nivelado sem partes soltas e isento de sujeira e graxa. Para não resultar em rachaduras, a massa deve ter espessura de, no máximo, 5 mm.

Quais danos as ações do tempo podem causar à superfície?
Por ser um acabamento poroso e frágil, quando não aplicado corretamente, o cimento queimado pode apresentar manchas, bolhas e fissuras.

Qual tipo de produto deve ser aplicado sobre o cimento queimado para protegê-lo destes danos?
O ideal é usar um produto para fechar os poros do cimentado. Entre as opções estão o selador de concreto, impermeabilizantes à base de poliuretano (que dão brilho), vernizes especiais para piso e cera para ardósia nas versões líquida e ou transparente. A escolha do material depende do acabamento final desejado e é aconselhado que, mensalmente seja prevista a manutenção do piso por meio da reaplicação do impermeabilizante escolhido.