Saúde

Cirurgia de calázio: quando o procedimento é necessário?

Segundo a oftalmologista Dra. Tatiana Nahas, chefe do Serviço de Plástica Ocular da Santa Casa de São Paulo, o calázio é uma lesão inflamatória que afeta as pálpebras que pode provocar vermelhidão, calor no local, inchaço e sensibilidade. Com a piora da inflamação, pode se formar um nódulo que, em alguns casos, necessita ser retirado cirurgicamente.

“O calázio se forma quando há retenção de uma substância lipídica, ou seja, gordurosa, produzida nas pálpebras e que compõe o filme lacrimal. Essa substância acaba obstruindo as glândulas sebáceas das pálpebras, levando a uma reação inflamatória crônica. Forma-se uma massa ou um nódulo de tecido inflamado, mas estéril, ou seja, sem sinal de infecção”, explica Dra. Tatiana.

A maioria dos pacientes responde bem ao tratamento e o calázio tende a desaparecer em questão de dias ou de semanas. Entretanto, em alguns casos, quando a lesão se torna crônica e o tratamento clínico não resolve, é preciso realizar uma drenagem cirúrgica”, comenta Dra. Tatiana, especialista em cirurgia de pálpebras. Veja agora as principais dúvidas sobre a cirurgia de calázio:

Existe alguma recomendação para o pré-operatório? Sim. Aos fumantes recomenda-se parar de fumar cerca de uma semana antes da cirurgia e cerca de duas semanas após. O cigarro afeta tanto a coagulação sanguínea quanto a cicatrização. Outra recomendação é suspender alguns medicamentos que também podem interferir na coagulação sanguínea, como a aspirina, por exemplo. Mas isso deve ser avaliado e decidido pelo médico.

É preciso ir acompanhado no dia da cirurgia? Sim. O ideal é ir acompanhado de um familiar ou amigo, pois logo após o procedimento a visão pode ficar embaçada e não é recomendado dirigir.

Onde a cirurgia é realizada? A cirurgia de calázio é feita em um centro cirúrgico, que pode ser dentro de um hospital ou ainda em uma clínica que possua a infraestrutura necessária. Em geral, a duração é de 20 a 30 minutos, desde que não haja complicações ou outros problemas durante o procedimento.

Qual anestesia é usada? A anestesia usada é a local com sedação. O médico anestesista fará uma sedação leve, para que o paciente relaxe e adormeça levemente, não sentindo assim a realização do procedimento.

Como é feita a retirada do calázio? Assim que a anestesia faz efeito, o médico realiza a incisão na pálpebra para retirada do calázio. Quando há mais de um calázio, podem ser feitas outras incisões. Geralmente a incisão é feita por dentro da pálpebra e não deixa cicatriz aparente. Para finalizar, é colocado um curativo. O material removido (nódulo) é enviado para análise anatomopatológica para documentação da lesão.

Ficarei internado?O paciente fica em observação por cerca de uma a duas horas e então é liberado para ir para casa. O tampão (curativo) deve ser removido no mesmo dia, cerca de quatro a seis horas depois da cirurgia.

Quais medicamentos o médico irá prescrever?O médico irá receitar colírios e pomadas para aplicação local. Também se recomenda compressas de água gelada nos dias seguintes ao procedimento. O médico também poderá prescrever analgésicos simples para controle da dor.

O olho vai ficar inchado?Após a cirurgia é normal apresentar inchaço e hematomas ao redor do olho operado, assim como saída de secreções, durante um a dois dias. O inchaço será pior na manhã seguinte a cirurgia, mas deve diminuir já na primeira semana. A recuperação total acontece em cerca de 15 dias. A visão também pode ficar um pouco embaçada nos primeiros dias.

Posso usar lentes de contato? Quem usa lentes de contato precisará ficar longe delas pelo menos dois a três dias depois da cirurgia. Portanto, os pacientes que irão operar um calázio devem ter óculos para substituir as lentes neste período. O principal problema das lentes é que elas aumentam o risco de infecção.

Posso usar maquiagem?O ideal é esperar pelo menos de quatro a cinco dias para usar maquiagem na região dos olhos. Os produtos podem irritar a área e aumentar o risco de infecção. Mas, os corretivos são bem-vindos a partir do primeiro dia da recuperação para disfarçar os hematomas.

Posso lavar os cabelos?É recomendado esperar pelo menos um dia para lavar os cabelos. Como o inchaço pode dificultar o fechamento completo das pálpebras, o shampoo pode cair nos olhos e causar irritação. Outro cuidado é deixar a água em temperatura ambiente, pois o calor excessivo aumenta o risco de sangramento nas primeiras 48 horas após a cirurgia.

Quando posso retomar minhas atividades? É preciso ficar de repouso por cerca de dois dias após a cirurgia. Na primeira semana é recomendado que o paciente “desacelere” um pouco, fazendo repouso relativo. Na primeira semana após a cirurgia é possível retomar as atividades diárias, como trabalhar, estudar, porém com recomendações importantes. Uma delas é evitar atividades físicas muito intensas, como correr, praticar boxe e lutas em geral. Esportes aquáticos também devem ser evitados para prevenir infecções. Nestes casos, o ideal é aguardar 15 dias ou a alta médica.

Quando posso dirigir? Em geral, assim que o paciente se sentir disposto pode voltar a guiar. Entretanto, como a visão fica embaçada nos primeiros dias, o ideal é esperar os três primeiros dias após a cirurgia e seguir a recomendação do médico.