Negócios

Francal deu start para as vendas de primavera-verão do setor calçadista

Francal - Francal deu start para as vendas de primavera-verão do setor calçadista
A primavera-verão responde por quase 70% do total de vendas brasileiras de calçados Fotos: Divulgação

A 49ª edição da Francal, feira que reuniu 1,5 mil marcas de calçados e acessórios para lançar as coleções de primavera-verão, no Expo Center Norte, em São Paulo/SP, foi uma mostra de opiniões contrastantes. Ocorrida entre os dias 2 e 5 de julho, a Francal teve uma visitação menor do que em edições anteriores – embora o número oficial não esteja fechado, o que não impediu muitos dos expositores registrarem resultados positivos nas vendas devido ao melhor momento do mercado, que ensaia uma recuperação na demanda doméstica.

 

Publicidade

O presidente-executivo da Associação Brasileira das Indústrias de Calçados (Abicalçados), Heitor Klein, destaca que a feira cumpriu a função de dar um start para a temporada de vendas mais importante, em termos de volume, para a indústria nacional. “A primavera-verão responde por quase 70% do total de vendas brasileiras de calçados. Neste contexto, a Francal sempre é um termômetro importante do comportamento do mercado e nesta edição não foi diferente. Empresas que conseguiram segurar custos e manter o preço, apostando em produtos inovadores, tiveram bons resultados, outros nem tanto. O segmento, apesar de iniciar uma recuperação gradual, ainda está muito inseguro quanto aos rumos da economia, que historicamente é abalada pelas turbulências políticas”, comenta o dirigente.

Francal1 - Francal deu start para as vendas de primavera-verão do setor calçadista
Entre janeiro e abril de 2017, as vendas no varejo aumentaram 6,3% no comparativo com igual período do ano passado

Segundo Klein, de uma maneira geral, a indústria de calçados, se comparada com a indústria de transformação, é a que menos vem sentindo os efeitos da crise, tendo registrado incremento nas vendas internas e externas nos primeiros meses do ano. Entre janeiro e abril de 2017, as vendas no varejo aumentaram 6,3% no comparativo com igual período do ano passado, enquanto as exportações aumentaram 20% em receitas entre janeiro e maio no mesmo comparativo. “Existe sim uma retomada gradual, mas os calçadistas precisam entender que a sustentabilidade desse processo depende também do comportamento da indústria, que deve apostar em produtos diferenciados e que atraiam o consumidor para um novo modelo de consumo”, acrescenta Klein.

 

Publicidade

Para Abdala Jamil Abdala, presidente da Francal, tudo indica que a feira atendeu à expectativa de dar continuidade à recuperação das vendas no mercado interno e externo iniciadas neste ano. “O retorno que tivemos dos expositores foi bastante positivo, com vendas efetivas e futuras, inclusive para clientes internacionais”, diz. Segundo ele, a indústria e o varejo de calçados são um exemplo de setor que está sabendo aproveitar as oportunidades oferecidas pela melhora do cenário econômico e a Francal se posicionou como uma importante ferramenta para confirmar o ritmo de crescimento, “uma vez que apresentou o melhor da produção nacional em calçados e acessórios para a primavera-verão e impulsionou os negócios do segundo semestre”.

 

Etiquetas
Publicidade

Artigos relacionados

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios