RSSão Leopoldo

Diversidade e integração sociocultural marcam o tradicional desfile da SL Fest

Diversidade e integração sociocultural marcam o tradicional desfile da SL Fest - Diversidade e integração sociocultural marcam o tradicional desfile da SL Fest
Foto: Rodrigo Machado

Na manhã deste sábado, 22 de julho, as raízes de São Leopoldo passaram pelas pedras históricas que calçam a rua Independência. O Desfile da São Leopoldo Fest fez uma releitura do desenvolvimento da cidade através das mais diversificadas representações da comunidade. Autoridades municipais, entidades sociais, esportivas, militares e representações étnicas foram conduzidas pela corte da festa que celebra as tradições dos imigrantes alemães, mas que também abraça e se integra com todas as demais culturas e diferentes povos. O desfile seguiu o sentido inverso da rua Independência, da rua Lindolfo Collor até a rua Brasil.

O prefeito Ary Vanazzi fez uma saudação ao público e destacou o dinamismo e a alegria da cidade de São Leopoldo e que a festa está sendo realizada sem recurso público. “É uma empresa que está produzindo a festa e a nossa comunidade precisa de momentos para festejar e ser alegre. Passamos por um momento de muita dificuldade por conta dos movimentos políticos que se instalaram no poder. O povo está sendo massacrado com a perda de direitos, e mesmo assim precisamos festejar. A festa atrai muitas pessoas e uma forma de aquecer a economia. Que tenhamos uma excelente festa, viva São Leopoldo, viva nosso querido povo”, disse o prefeito na abertura da atividade.

Publicidade

O desfile iniciou com a Banda do 19º Batalhão de Infantaria Motorizada (BIMtz) seguido da Guarda Civil Municipal. A Corte da Festa e a Oma atraíram atenção distribuindo sorrisos e acenos para quem acompanhava a movimentação. A seguir integrantes do Programa Viver Bem trouxeram para a Rua Grande muita animação com os grupos da melhor idade, participantes de atividades esportivas e participantes de fortalecimento de vínculos. Uma ala apresentou cães do Canil Municipal que estão aptos para serem adotados. Escolas Municipais e Bandas Marciais passaram sob muitos aplausos, seguidos por entidades religiosas das comunidades católica, luterana e de matriz africana. Carros antigos mostraram charme e elegância.

No final, carretas de bois com homens, mulheres e crianças caracterizados como os imigrantes alemães fecharam o cortejo relembrando a saga das europeus que se juntaram aos índios, negros e portugueses e transformaram São Leopoldo numa das mais importantes cidades do Rio Grande do Sul.

A São Leopoldo Fest – De volta às origens – segue até o dia 30 de julho, com shows nacionais, uma grande programação de artistas locais, estandes de diversos produtos e empresas, artesanato, chopp e diversão. A festa ocorre no Centro de Eventos de São Leopoldo, na avenida São Borja nº 1860, das 10h às 22h. Os ingressos para o acesso aos estandes, praça de alimentações, Arena das Artes e Tablado Folclórico, custam R$ 5. Os shows do palco principal, que acontecem à noite, têm valores diferentes a cada dia e são vendidos à parte.
Publicidade
Etiquetas
Publicidade

Artigos relacionados

Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios