RS

Patrono toca o sino e abre oficialmente a 20ª Feira do Livro de Esteio

“Quando digo a palavra amigo/ Minha alma abre os postigos./ Amigo é um código sem artigos./ Amigo não vem para a colheita. / Vem plantar o trigo. / E sua presença é doce como os figos./ Amigo conhece as confidências do silêncio./ Longe ele está contigo./ O mundo não pode te magoar, pois tens um amigo./ E o seu abraço é um abrigo”.

Foi com os versos da Canção do Amigo, poema de autoria própria, que Luiz Coronel, patrono da 20ª Feira do Livro de Esteio, saudou, na abertura oficial do evento, organizadores, livreiros, demais expositores e público da tradicional feira cultural da cidade, que este ano saiu da Rua Coberta, no Centro, e foi para a Avenida do Carnaval, no Bairro Santo Inácio.

Publicidade

Emocionado, o poeta, escritor, compositor, professor e publicitário – entre outros talentos e formações – agradeceu ao convite para ser o patrono da Feira em seu Jubileu de porcelana. “A função de uma Feira do Livro é aquecer culturalmente a sua população. Que se abram os livros, que a população estenda sua mão aos livros com a mesma ternura e encantamento que estende a mão ao pão ao cada amanhecer”, discursou. “Que honra para mim conviver com vossas crianças. Estarei aqui brincando com elas segunda-feira. E que honra eu tenho, hoje, sendo patrono desta feira, tão digna e destinado a leitura. Muito obrigado pela honra que me conferem”, finalizou.

Em sua fala, o prefeito Leonardo Pascoal destacou o trabalho da Secretaria Municipal de Cultura, Esporte e Lazer (SMCEL) e do Serviço Social do Comércio (Sesc), que é coorganizador da Feira. Pascoal ressaltou ainda o apoio do Sesi, Real Rodovias, Corsan e Conselho Municipal de Políticas Culturais (CMPC). “Parabenizo os nossos homenageados, Iranelci Padilha, Miguel Luz e Maria Conceição Padilha, que estão sendo justamente homenageados pela trajetória e legado na literatura de nossa cidade”, afirmou. O prefeito agradeceu aos livreiros que aceitaram expor no novo espaço do evento. “Aqui, temos uma estrutura maior, mais qualificada, que vai acolher melhor os participantes da Feira do Livro e permitir que a gente possa apreciar a Feira como ela merece ser apreciada”, exemplificou. “Esse evento foi pensado ao longo de muito tempo, com muito carinho, para que fosse uma festa de celebração do livro e da leitura”, ressaltou no final.

Também participaram da solenidade de abertura, o titular da SMCEL, Rafael Figliero, o presidente da Câmara de Vereadores, Felipe Costella, o gerente do Sesc Canoas, Cléber Arruda, e o representante do Sesi Márcio Reckel, além dos escritores homenageados.

Publicidade

Depois das falas, o patrono seguiu o ritual tradicional das feiras dos livros. Acompanhado pelo prefeito, Luiz Coronel percorreu os dois corredores onde estão os estandes de livreiros e artesãos tocando o sino. Assim, o patrono abriu oficialmente a 20ª Feira do Livro de Esteio, que segue até o dia 5 de agosto com diferentes atrações no canteiro central da Avenida do Carnaval.


Primeiros visitantes
Era por volta das 14h quando Cibeli Silva, 34 anos, percorreu os corredores da Feira do Livro acompanhada dos filhos. Uma das primeiras a visitar o espaço, Cibeli disse que o evento é sempre bem-vindo. “Uma feira do livro sempre é boa. A criançada tem que ter o incentivo da leitura. Meus filhos adoram ler e sempre que posso compro algo para eles”, comentou.

Para Gabriela Santos, 19 anos, a semana será de expectativa. É minha primeira feira como vendedora. Apesar da mudança de local, acredito que as vendas serão boas. O legal é que também há bastante atividades para as crianças aproveitarem”, disse.

Mais experiente, Rafael Santos, 35 anos, também está otimista: “A Feira do livro da cidade é muito boa. Temos um público bom na feira. Escolas e moradores comparecem e acompanham a literatura”, lembrou o livreiro que há cinco expõe em Esteio.


Muitas atrações

Até o dia 5, quem passar pela Avenida do Carnaval poderá aproveitar uma Feira do Livro com diferentes atrações. Além dos livros, o principal “personagem” do evento, estão previstas atrações como mediação de leitura, apresentações de teatro, de música e de dança, sessões de autógrafo e bate-papos com autores e escritores, entre outras (confira abaixo).

Neste sábado (29), destaque para o Sarau Poético com a participação de autores locais. No domingo (30), estão previstas rústica, atividades de mediação de leitura no caminhão do Centro Cultural Sesi e shows musicais. Na segunda (31), Luiz Coronel participa de sessão de autógrafos.

A 20ª Feira do Livro de Esteio é uma realização da SMCEL com parceria do Sesc e apoio do Sesi, Real Rodovias (que vai transportar os alunos das escolas de Esteio até a Feira) e Corsan.


O patrono

Natural de Bagé, Luiz Coronel é autor, editor, compositor, conferencista e publicitário. Entre seus trabalhos literários estão a Clássicos do Regionalismo Gaúcho, Palmas Para o Teatro, Retratos da Terra, O Cavalo Verde, Filé de Borboleta e Sabores de uma Grande História. Suas dezenas de composições tiveram músicas gravadas com múltiplos parceiros, estando algumas entre os clássicos rio-grandenses. Saiba mais sobre o patrono em www.luizcoronel.com.br.

Etiquetas
Publicidade

Artigos relacionados

Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios