RSSão Leopoldo

Fórum Henrique Prieto aborda as áreas protegidas

zanini - Fórum Henrique Prieto aborda as áreas protegidasA construção de um processo participativo voltado a preservar as áreas protegidas de São Leopoldo foi o foco do 3º Fórum de Meio Ambiente Henrique Prieto. O evento, realizado pela Prefeitura, por meio da Secretaria do Meio Ambiente (Semmam), ocorreu na quarta-feira, 16 de agosto, no Museu do Rio, e abordou o Sistema Municipal de Áreas Protegidas (SISMAP), onde estão inseridas as Unidades de Conservação (UC); as Áreas de Especial Interesse Ambiental (AEIA) e as Áreas de Especial Interesse Institucional e Ambiental (AEIIA).

O secretário do Meio Ambiente, Darci Zanini, apresentou a situação das áreas protegidas que compõem o SISMAP, com destaque para as três UCs: Parque Imperatriz Leopoldina; Base do Rio Velho e Mata do Daniel. Zanini falou que a discussão do tema é fundamental para o cumprimento da meta estratégica de São Leopoldo para o planeta. “Nosso objetivo é desenvolver a política ambiental defendida pela agenda 21, que é pensar no planeta e agir em âmbito local”, destacou.

O prefeito de São Leopoldo, Ary Vanazzi, lembrou do papel importante de Henrique Prieto em ações como a construção do Consórcio Pró Sinos e a criação da primeira secretaria municipal do Meio Ambiente no Estado. “Henrique Prieto vai ser sempre lembrado pelo seu trabalho, dedicação e persistência. Não foi fácil construir política ambiental em São Leopoldo. Vamos honrar esta história olhando para o futuro com firmeza”, destacou. Para o prefeito, a força para a defesa do meio ambiente é necessária neste momento de crise. “Há um processo dramático no Brasil de rasgar a legislação no ponto de vista da proteção ambiental”, disse.

O ex-secretário municipal do Meio Ambiente, de 89 a 91, Luciano Teodoro Marques, esteve presente e também lembrou do trabalho de Prieto na cidade. O Fórum reuniu ainda representantes de entidades da sociedade civil, secretários municipais e servidores municipais. A vereadora Iara Cardoso também acompanhou o evento.

 

O Fórum teve caráter preparatório para a audiência pública que abordará as UCs de São Leopoldo e ocorrerá no dia 22 de agosto, no Parque Imperatriz Leopoldina.

SISMAP

A regulamentação das áreas protegidas existentes no território de São Leopoldo só foi incorporada ao Código Ambiental no ano de 2012, com a lei municipal 7.745/2012, que incluiu o Sistema Municipal de Áreas Protegidas de São Leopoldo (SISMAP).

De acordo com o Plano de Gestão Ambiental de São Leopoldo (Plangea), a legislação municipal estabeleceu que a Semmam terá que regularizar 31 áreas protegidas, sendo três UCs, 15 AEIA e 13 AEIIA.

 

Etiquetas
Publicidade

Artigos relacionados

Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios