É psoríase ou dermatite?

Apesar da semelhança dos sintomas, estas duas doenças de peles possuem características e tratamentos específicos

Vermelhidão, coceira, descamação de pele. Essas são características comuns de doenças de peles que afetam muitos brasileiros: dermatite e psoríase. Apesar de algumas semelhanças nos sintomas, as condições têm suas particularidades e tratamentos. E como saber se é uma ou outra?

“O diagnóstico somente um médico será capaz de dar. Por isso, a recomendação é procurar um dermatologista caso note manchas avermelhadas, enrijecimento da pele em algum local e descamação”, afirma a consultora científica da Biobalance, Dra. Maria Inês Harris. A especialista comenta alguns detalhes que diferenciam a psoríase da dermatite:

Quando começa?
“Aproximadamente 3% da população mundial é afetada pela psoríase. Em cerca de 22% a 33% dos casos, a psoríase começa na infância, muitas vezes durante a adolescência. A prevalência de psoríase entre crianças e adolescentes está aumentando em geral, despertando a consciência para a necessidade de cuidados especiais com os pacientes infantis principalmente devido às comorbidades frequentemente associadas, como a diabetes, hipertensão e esteatose. Estudos recentes mostram ainda que situações de intenso estresse pré-natal aumentam significativamente o risco de a prole desenvolver psoríase, seja na infância, na adolescência ou na vida adulta”, afirma a Dra. Harris.

Sintomas
A dermatite coça muito e faz a pele ficar vermelha e irritada, por vezes desenvolvendo-se também placas características. A psoríase tem sintomas muito semelhantes, porém, quando é psoríase, a pele, além de coçar, também fica com uma sensação de que “está queimando”. As manchas avermelhadas na psoríase têm uma delimitação mais nítida que as manchas de dermatite. É como se você pudesse passar uma caneta em volta delas e formar alguns desenhos. “São lesões bem delimitadas e normalmente em placas”, explica Harris.

Auxílio eficaz sem corticoides

Um fator que é importante para ambas as enfermidades é a hidratação da pele. Já estão nas farmácias de manipulação do Brasil os cremes calmantes tópicos EctoPURE, da Biobalance, que não contém corticoides e que tratam, em diferentes formulações, a dermatite e a psoríase.

O EctoPURE® (Ectoin creme 3,5%), na versão creme suave, tem ação calmante e preventiva e pode ser usado por longos períodos, sendo indicado para as dermatites. Já EctoPURE® (Ectoin creme 7%), versão creme intensivo, tem ação calmante e regenerativa e seu uso é indicado nas fases agudas da psoríase.

Vale lembrar que psoríase e dermatite não são doenças contagiosas e que o estresse, principalmente no caso de psoríase, pode ajudar a agravar as lesões. “Felizmente, são doenças tratáveis e que podem ser controladas”, conclui a Dra. Harris.