São Leopoldo

Prefeitura assina termo para contratação de apenados do regime semiaberto

Ressocializar detentos e conceder vantagens para empresários em um momento de crise. Com esse objetivo, o prefeito Ary Vanazzi assinou na manhã de quarta-feira, 20 de dezembro, o termo de contratação de apenados do regime semiaberto por empresas privadas. Os acordos são homologados pelo judiciário e acarretam em isenção de encargos sociais aos empregadores. Mais do que isso, a vaga representa uma oportunidade de recomeço para quem busca uma nova vida longe da criminalidade.

Diante dos representantes da Superintendência dos Serviços Penitenciários (Susepe), o prefeito afirmou que a administração tomará a frente no processo. A psicóloga Magda Pires, da 1a Delegacia de Polícia Regional, ressalta que a parceria resgata a dignidade das pessoas. “É importante pensarmos em como contribuir para a redução de todo tipo de violência. Ter um lugar de trabalho significa um retorno ao meio social com menos vulnerabilidade”. O diretor do Instituto Penal de São Leopoldo, Allan Rocha Marques, enumerou vantagens de se contratar apenados. “Por estar sob custódia do Estado, são assíduos. A iniciativa parte deles, que têm interesse no salário, no sustento da família e na remissão de penas”. Dos 190 apenados, 120 trabalham. Todo o pão consumido no local é produzido por detentos.

Publicidade

O secretário de Direitos Humanos/Integração Social, Hélio Teixeira, antecipou que toda a sociedade será chamada para o debate. “A interlocução ocorrerá com diversos setores por ser um tema transversal. Envolve secretarias e entidades como ACIST e CDL. Ampliamos assim a visão acerca de uma cidade mais igualitária, gerando resultados para todos”.

Participaram do ato a vice-prefeita Paulete Souto, o delegado Benhur Calderon, a secretária do Orçamento Participativo Janaína Fernandes, o secretário de Limpeza Urbana, Sandro Lima, a vereadora Iara Cardoso e o vereador Dudu Moraes.

Publicidade
Publicidade

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Fechar